Pular para o conteúdo principal

ALIMENTOS QUE PREVINEM O CÂNCER



ALIMENTOS QUE PREVINEM O CÂNCER

Alguns alimentos previnem o aparecimento do câncer ,segundo especialistas eles podem manter a doença bem longe de seu corpo. Por isso é importante algumas mudanças nos hábitos alimentares.
Confira abaixo a lista dos alimentos que previnem o câncer:
Azeite de oliva
Estudos da Universidade de Northwestern (EUA) apontam: uma das propriedades do óleo é capaz de danificar o gene cancerígeno responsável por 25% a 30% de todos os cânceres de mama.
Consumo diário: 1 colher (sopa).

Vinho
Segundo Débora La Regina, nutricionista do Centro Paulista de Oncologia, o resveratrol – uma molécula contida na bebida – inibe etapas necessárias ao desenvovimento da doença.
Consumo diário: 1 taça.

Alho
Nos Estados Unidos, o Instituto Nacional do Câncer estabelece uma relação entre o consumo de alho e a diminuição do risco de câncer de estômago, esôfago, pâncreas e mama.
Consumo diário: 1 colher (café) de alho moído.

Frutas cítricas
Possuem polifenóis e terpenos, componentes que reduzem a capacidade de reprodução da célula cancerosa. Exemplos: lima-da pérsia, limão, laranja.
Consumo diário: 1 copo do suco da fruta.

Chá-verde
O centro japonês de pesquisa Saitama Cancer Center Institute revela: além do câncer, o chá também previne doenças cardiovasculares.
Consumo diário: 1 xícara (chá).

Soja
O grão é rico em isoflavona, composto inibidor da ação de enzimas ligadas ao desenvolvimento da doença.
Consumo diário: uma porção de 30 g.

Tomate
A fruta contém licopeno e carotenóide, substâncias que podem reduzir o risco de câncer de próstata. “Além de antioxidante e laxante, é capaz de ajudar o organismo a combater infecções”, afirma a nutricionista Bianca Innocencio.
Consumo diário: 2 unidades.

Cebola
Atua no bloqueio das nitrosinas, substâncias tóxicas que causam câncer.
Consumo diário: 1 colher (chá) de cebola moída.

Verduras crucíferas
Acredita-se que o glicosinolato, componente presente nas couves, brócolis e rabanetes, seja responsável pela redução do risco de desenvolvimento de câncer de mama.
Consumo diário: uma porção de 60 g.

Cúrcuma
Estudos com ratos mostram que a planta (também conhecida como açafrão-daterra) pode inibir a proliferação de células cancerígenas.
Consumo diário: 1 colher (chá).

Cacau
“Contém polifenóis, componentes com ação antioxidante ecapazes de proteger as células do organismo”, afirma Roseli Ueno Ninomiya, nutricionista da USP.
Consumo diário: 40 g de chocolate meio amargo.

Frutas vermelhas
Um artigo do jornal americano Journal of Agricultural and Food Chemistry mostra que as propriedades anticancerígenas de frutas como morango e framboesa neutralizam, reduzem e reparam as consequências da ação oxidativa do estresse e de inflamações.
Consumo diário: 1 xícara (chá).

Fonte: http://www.mdemulher.abril.com.br/.

Alimentos que previnem o câncer 2

Frutas e legumes orgânicos são as estrelas do cardápio

O que frutas vermelhas, uvas, brócolis e tomate têm em comum? Eles estão no topo da lista dentre os alimentos que protegem contra o câncer.
O Instituto Americano de Pesquisa do Câncer estima que cerca de 1/3 dos 1,4 milhões de casos de câncer que ocorrem anualmente nos Estados Unidos poderiam ser prevenidos se as pessoas adotassem uma dieta saudável.
Se pensarmos que o que comemos se traduz em como o nosso corpo reage, faz todo o sentido de que frutas e legumes orgânicos sejam considerados "estrelas" do cardápio.

Frutas Vermelhas- framboesa, amora, mirtilo (blueberry) são consideradas uma fonte riquíssima de vitamina C, flavonóides, ácido elágico, fibras e outros antioxidantes (substâncias que ajudam na proteção das células do corpo contra os danos cumulativos), que evitam o aparecimento de diversos tipos de câncer, em especial os de cólon, esôfago, pele, bexiga, pulmão e mama. 

"1,4 milhões de casos de câncer poderiam ser prevenidos se as pessoas adotassem uma dieta saudável".
Seja Criativo
Framboesa, amora e mirtilo são frutas deliciosas que podem ser encontradas frescas, congeladas ou secas.
Porção: ½ xícara.
*Misture no seu cereal matinal, seja com iogurte ou leite.
*Faça uma vitamina, misturando-as com leite para um lanche saudável.
* Adicione-as recheio de pães-doces e muffins.

Uvas
Fruta abundante em
antioxidantes, em especial o resveratrol. Pesquisa científica identificaram que o resveratrol tem a capacidade de impedir que células cancerosas desenvolvam-se na mama, fígado, estômago e sistema linfático. A maior fonte de resveratrol encontra-se na casca da uva. Outro ponto importante: uvas vermelhas são muito mais ricas em resveratrol do que as uvas verdes. 
"Framboesa, amora e mirtilo são frutas deliciosas que podem ser encontradas frescas, congeladas ou secas".
Seja criativo
Uvas são deliciosas também em pratos quentes!
Porção: cerca de 15 uvas
* Experimente uvas em molhos e compotas sobre frango.
*Coma simplesmente como um lanche no meio da tarde ou misture em sua salada.

Brócolis

São vegetais crucíferos, da mesma família da couve-flor, repolho, couve e couve de Bruxelas. Pesquisas descobriram que os vegetais desta família são ricos em isotiocianatos que regulam um complexo sistema enzimático que protegem as células no nosso corpo contra o câncer de estômago, boca, faringe e laringe (garganta) e esôfago.

Seja criativo
Ele incorpora bem o sabor de qualquer tempero ou molho.
Porção: ½ xícara.
* Sirva cozido no vapor como acompanhamento de carne, frango e peixes.
* Faça um purê, misturando brócolis, couve-flor, alho e leite.
* Em saladas, sirva com folhas verdes, passas e castanhas.


Tomate
A cor vermelha do tomate deve-se ao licopeno, antioxidante importante na luta contra o câncer de próstata, mama, útero e melanoma (o mais agressivo tipo de câncer de pele). O interessante é que quanto mais concentrado o tomate, melhor, pois o processamento faz com que o licopeno seja absorvido mais facilmente (extrato de tomate e ketchup, por exemplo).

Seja criativo
*No avião, peça suco de tomate ao invés de refrigerante.
*A dupla infalível: macarrão com molho de tomate.
* Use e abuse em saladas e sanduíches.

IMPORTANTE: Vale à pena lembrar que o uso de pesticidas e agrotóxicos de forma não controlada no Brasil ainda constitui um fator preocupante - sempre que possível, compre vegetais orgânicos. Nenhum vegetal possui propriedade de prevenir o aparecimento do câncer isoladamente. Para a
prevenção do câncer, recomenda-se uma dieta balanceada, que seja rica em vegetais, fibras e carnes magra e pobre em gorduras (saturadas e trans). 


Alimentos que ajudam a combater o câncer



"Coma verduras - elas lhe fazem bem!" Quantas vezes você ouviu isso quando era criança? Será que as nossas mães - as mesmas que nos disseram para não deixarmos os olhos estrábicos, pois eles ficariam daquele jeito para sempre - estavam certas? Bem, pelo menos em relação às verduras?
Na verdade, de acordo com os pesquisadores, sim. E se sua mãe também lhe obrigava a comer frutas, legumes (feijão e ervilha), grãos integrais e cereais, ela era uma verdadeira visionária da prevenção do câncer. Médicos especialistas afirmam que esses alimentos vegetais contém substâncias que podem nos proteger do câncer. Eles acreditam que as vitaminas, minerais, fitossubstâncias e antioxidantes encontrados nesses alimentos protegem as células das lesões provocadas pelos produtos que causam câncer.
"É muito simples, o que nós ingerimos pode nos proteger do câncer", diz Cindy Moore, porta-voz da American Dietetic Association e diretora da divisão nutricional da Cleveland Clinic Foundation em Cleveland, Ohio. "O mais importante - como forma de prevenção do câncer - é comer alimentos variados e saudáveis. Eu sei que essa teoria é antiga, mas ainda assim é válida. Com uma boa alimentação, é possível melhorar a atividade do sistema imunológico e aumentar as energias do organismo. Além disso, uma dieta adequada evita distúrbios em diversos órgãos e promove a regeneração dos tecidos."
"Alimentos variados também fornecem diferentes nutrientes necessários para manter-se saudável", ela afirma. "Da mesma forma que é importante ingerir proteínas - carnes vermelhas, peixes, aves, ovos e soja -, existem fortes evidências de que uma dieta rica em vegetais pode ajudar a prevenir o câncer."
Dê uma chance aos vegetais
Em um trabalho publicado recentemente pelo American Institute For Cancer Research, intitulado "Food, Nutrition and the Prevention of Cancer: A Global Perspective," os pesquisadores observam que se a única mudança alimentar de alguém for a ingestão de cinco porções de frutas e verduras por dia, é possível reduzir o risco de câncer em 20%. Se, além disso, o indivíduo praticar atividade física regularmente e mantiver o peso ideal, pode-se reduzir esse risco em até 40%.
"O que isso significa quando você senta para comer?", pergunta Melanie Polk, diretora da divisão de educação nutricional no American Institute For Cancer Research em Washington, D.C. "Se você dá maior importância à carne, com verduras e massas em segundo plano, comece as mudanças fazendo das verduras e massas o prato principal e ingerindo menores quantidades de carne."
O American Institute for Cancer Research recomenda a ingestão diária de pelo menos 85 gramas de carnes vermelhas.
Os benefícios dos vegetais
Você acha que uma dieta com as mesmas frutas e verduras é monótona? Saiba que os integrantes do reino vegetal fornecem diferentes vitaminas, minerais, fitossubstâncias e antioxidantes, o que torna fundamental ter uma alimentação variada. Portanto, se você costuma comer apenas saladas verdes, de vez em quando experimente uma cenoura ou amoras no café da manhã, varie os alimentos até formar um arco-íris de frutas e verduras, recomendam os especialistas.
Aqui vai um informe que deve ser levado em consideração. Outra vantagem da alimentação rica em frutas e verduras é que ela ajuda a manter o peso - o que também contribui para diminuir o risco de câncer, segundo Andie Hsueh, professor de nutrição no departamento de nutrição e ciência dos alimentos da Texas Woman's University em Denton, Texas. O American Institute for Cancer Research recomenda que se limite o de peso na vida adulta a 5 kg menos do que o normal.
"Dando preferência à frutas e verduras, em vez de outros alimentos ricos em calorias, é possível reduzir a ingestão calórica", segundo Hsueh. "É muito difícil comer frutas e verduras em excesso."
Problemas com o álcool e o tabagismo
Uma planta da qual se deve manter distância é o tabaco, a principal causa de câncer de pulmão e, provavelmente, o único responsável pelo câncer da boca, garganta e aparelho digestivo. Além disso, contribui para o desenvolvimento do câncer de pâncreas, colo do útero e bexiga, de acordo com dados do American Institute for Cancer Prevention.
Os pesquisadores apresentam opiniões divergentes sobre as bebidas alcóolicas. Embora alguns defendam a ingestão de quantidades moderadas de álcool para a redução do risco de doença cardíaca, outros afirmam que o álcool pode aumentar o risco de certos tipos de câncer. O American Institute for Cancer Prevention recomenda limitar a ingestão de álcool a 2 doses por dia para homens e 1 para mulheres.
Outros alimentos importantes - além dos vegetais
Os pesquisadoes concordam que, alimentos ricos em vitamina C, zinco e matérias-primas para a produção de proteínas, ajudam a cicatrização e a regeneração celular - e esta, por sua vez, desempenha um papel importante na prevenção do câncer. Destacam-se as frutas cítricas (ricas em vitamina C), tomate, kiwi, cenoura, abóbora, além da batata e inhame (ambos com a casca). Os alimentos ricos em vitamina E - óleos vegetais, grãos e nozes - também são importantes.
Os alimentos contendo arroz e grãos integrais - como cereais e pães - são bem mais saudáveis e nutritivos que os produtos processados. O American Institute for Cancer Prevention recomenda a ingestão diária minima de sete porções de grãos integrais, legumes (ervilha, feijão), raízes (nabo, beterraba), tubérculos (batata, inhame) ou bananas.
Alguns estudos recentes questionaram o modo pelo qual uma dieta rica em fibras reduz o risco de câncer. "Não importa como - coma fibras da mesma forma", diz Moore. "As fibras permitem um trânsito mais rápido e eficiente dos alimentos pelo organismo."
"Também é muito importante ter uma dieta pobre em gordura", afirma Moore. "A gordura pode estimular o crescimento de tumores, agindo como um promotor do câncer. A ingestão calórica proveniente de gorduras, idealmente, deve constituir apenas 15 a 25 por cento da dieta - quantidade significativamente inferior àquela preconizada pela American Heart Association para pacientes com doença cardíaca."
Provavelmente nem é preciso dizer que uma dieta saudável pode perder valor quando os alimentos não são manuseados ou armazenados adequadamente. "Seguir os cuidados recomendados com os alimentos é importante para não sobrecarregarmos o nosso sistema imunológico com distúrbios alimentares", diz Moore. Assim sendo, deve-se lavar as mãos antes e após manusear os alimentos, lavar os alimentos antes de comer ou cozinhar, manter alimentos congelados sob refrigeração e os produtos quentes aquecidos, além de manter os alimentos que precisam de cozimento separados daqueles que podem ser ingeridos crus.
Alimentos da moda
Aparecem muitas notícias sobre esse ou aquele alimento - como o sushi previne o câncer de pulmão e os produtos de soja evitam o câncer de mama. "Tudo com moderação", diz Hsueh. "Peixes de águas frias ricos em gordura (como o atum, salmão, cavala e espada) devem fazer parte da dieta porque contém ácidos graxos ômega-3, os quais parecem melhorar a resposta imunológica. E, é verdade, existem associações negativas entre os produtos da soja e a evolução do câncer de mama em pacientes japonesas, onde a dieta é rica em soja.
"Mas é importante comer alimentos variados, em vez de comer bastante apenas um tipo de alimento que pode ser bom para nós, tendo em vista que eles podem conter substâncias benéficas que sequer conhecemos", afirma ela.
Ao contrário do que as propagandas nos fazem crer, não existe alimento milagroso ("coma isso e você nunca terá câncer") - pelo menos até agora.
"Sim, peixes que contém ácidos graxos ômega-3 são bons e a soja parece promissora. Mas tudo isso ainda precisa ser melhor estudado", segundo o Dr. Andrew Dannenberg, diretor da divisão de prevenção do câncer no New York Presbyterian Hospital - Cornell Campus, na cidade de Nova Iorque.
O laboratório de Dannenberg teve um importante papel na descoberta da relação entre a enzima COX-2 e o câncer de cólon. Os pesquisadores acreditam que impedindo-se a produção dessa enzima seja possível interromper o ciclo que converte células saudáveis em células tumorais. Até o momento, eles identificaram as seguintes substâncias: resveratrol, encontrado em uvas e no vinho; curcumina, responsável pela coloração amarelada de algumas raízes; CAPE, no mel de abelha, e carnosol, encontrado no alecrim.
"Eu acredito que os alimentos são remédios", diz ele. "Nós comemos vários gramas de alimentos por dia, que podem trazer benefícios ou danos. Ainda existem muitas coisas desconhecidas. Mas nós devemos comer apenas batata frita e chocolate? Não. Nós podemos seguir passos individualizados para tentar ingerir alimentos que, baseado nos conhecimentos atuais, são benéficos para a saúde."
Sete dicas simples para diminuir o risco de câncer
O American Institute for Cancer Research oferece as seguintes recomendações para prevenir o câncer:
  • Mantenha uma dieta rica em alimentos de origem vegetal.
  • Coma muitas frutas e verduras.
  • Mantenha o peso saudável e pratique atividade física.
  • Não beba ou beba quantidades moderadas de álcool (recomenda-se, no máximo, duas doses por dia para os homens e uma dose para as mulheres).
  • Coma alimentos pobres em gorduras e sal.
  • Prepare e guarde os alimentos de forma adequada.
  • Não fume de maneira alguma.
Fonte : Dra. Elisabete Almeida - drabetty@lincx.com.br
Alimentos que previnem o câncer de mama
Assim como há alimentos que são prejudiciais a saúde, há os alimentos que podem ajudar e muito, como por exemplo, aqueles que tem a capacidade de prevenir o câncer. Atualmente uma das maiores causas de morte de mulheres no país é o câncer de mama, câncer o qual deve ter cuidados redobrados, os quais são simples, isto é, realizar regularmente o exame da mama e a mamografia. Além disso, a mulher pode combater ou/e prevenir o câncer de mama tendo uma alimentação adequada, ou melhor, ingerindo em suas refeições diárias alimentos que contribuem para a prevenção do câncer. De acordo com alguns especialistas, são muitos os alimentos que podem deixar o câncer de mama bem longe, por este motivo, não custa nada realizar algumas mudanças alimentares para garantir uma melhor saúde, não? Se você está disposta em ficar bem longe do câncer de mama, confira logo abaixo os alimentos que o previnem e passe a consumi-los com certa frequência:
-Azeite de oliva: De acordo com alguns estudos já realizados com o azeite de oliva, este alimento conta com propriedades que tem a capacidade de danificar o gene cancerígeno que representa cerca de 25 a 30% dos casos de câncer de mama.
-Vinho: De acordo com nutricionistas, o vinho possui uma substâncias denominada de resveratrol, molécula esta que tem como finalidade inibir as etapas necessárias para o desenvolvimento do tumor. Assim, é indicado que a mulher faça o consumo de uma taça diária de um bom vinho.
-Alho: Este alimento proporciona uma redução do risco de câncer de mama, além de outros cânceres, como de estômago, de pâncreas e de esôfago. É indicado que a mulher faça o consumo de aproximadamente uma colher de café de alho por dia.
-Frutas cítricas: Frutas como macarujá, limão, mexerica, laranja e outras possuem terpenos e plofenóis, componentes estes que auxiliam na redução da capacidade de reprodução das células cancerígenas. É indicado que a mulher faça o consumo diário de um copo de suco da fruta cítrica que desejar.
-Chá-verde: De acordo com centros de pesquisas japonês, o chá-verde além de prevenir o câncer de mama, também previne doenças cardiovasculares. Seu consumo diário indicado é de uma xícara de chá.
-Soja: Este grão é fonte de isoflavona, substância que inibe a ação de enzimas ligadas ao desenvolvimento do tumor. Seu consumo diário indicado é de uma porção de aproximadamente 30 gramas.
-Tomate: Este alimento é fonte de licopeno e carotenóide, substâncias que previnem o câncer de mama e também o câncer de próstata. É um ótimo antioxidante que auxilia o organismo a combater infecções. É indicado que haja o consumo diário de dois tomates.
-Cebola: Este alimento tem atuação no bloqueio das nitrosinas, substâncias tóxicas que provocam câncer de mama. É indicado que a mulher faça o consumo diário de uma colher de chá de cebola moída.
-Verduras crucíferas: De acordo pesquisas este tipo de alimento possui glicosinolato, substância que auxilia na diminuição do risco de desenvolver câncer de mama. Esta substância é encontrada em alimentos, como brócolis, couves, rabanetes e outros. Seu consumo diário indicado é de 60 gramas.
-Cúrcuma: Estudos feitos com ratos mostram que esta planta tem a capacidade de inibir a proliferação de células cancerígenas do tumor. Seu consumo indicado é de uma colher de chá diariamente.
-Cacau: Este alimento conta com polifenpois, componentes de ação antioxidante que tem a capacidade de proteger as células do organismo. Seu consumo diário indicado é de 40 gramas de chocolate maio amargo.
-Frutas vermelhas: De acordo com estudos, as frutas vermelhas como morango e framboesa possuem propriedades anticancerígenas que neutraliza, diminuem e reparam as consequências da ação oxidativa resultante do estresse e de inflamações. Seu consumo diário indicado é de uma colher de chá.
-Alimentos crus: Procure fazer a ingestão de legumes e verduras cruas ou cozidas no vapor, pois o calor excessivo faz com que tais alimentos percam suas propriedades benéficas para o organismo.

Alimentos e Soja
Os alimentos podem sim, controlar a manifestação do câncer, especialmente os que envolvem o estrogênio, o hormônio básico da mulher. Comer frutas e vegetais, ricos em vitamina C, repolho, brócolis, couve-flor, couve, nabo, farelo de trigo, feijão, soja, frutos do mar  e peixes, ricos em vitamina D, é uma estratégia deliciosa e poderosa para auxiliar na imunização contra a doença.
Alimentos que contêm fitoestrogênios ajudam a controlar o estrogênio e inibem o crescimento de células cancerosas reduzindo o risco de contrair o câncer.
 Consumir soja frequentemente, aliás,ela substituí a carne vermelha. Ela possui um componente ativo que, junto com o receptor de estrogênio da célula, bloqueia o acoplamento perigoso do estrogênio, que é responsável pelo câncer.
Outro alimento poderoso é o óleo de peixe, que interfere no avanço do câncer pois fortalece a atividade imunológica, destruindo possíveis células cancerosas, como também, impede sua metástase (a formação de uma nova lesão tumoral a partir da primeira).

Postagens mais visitadas deste blog

ALTERNATIVAS NATURAIS PARA DIMINUIR A LIPOPROTEÍNA 'A'

Comer peixe que tenha bastante ácidos graxos ômega-3 pode diminuir os níveis de lipoproteína (a)
O QUE É A LIPOPROTEÍNA 'A'
A lipoproteína (a) [Lp(a)] consiste numa partícula semelhante à LDL e a apolipoproteína específica (a) [apo(a)], que é covalente ligada à apoB da partícula semelhante à LDL. As concentrações plasmáticas de Lp(a) são altamente hereditárias e controladas principalmente pelo gene da apolipoproteína (a) [LPA] localizado no cromossoma 6q26-27. As proteínas apo(a) variam em tamanho devido a um polimorfismo de tamanho [KIV-2 VNTR], que é causado por um número variável de repetições kringle IV no gene LPA. Esta variação de tamanho ao nível do gene é também expressa ao nível da proteína, resultando em proteínas apo(a) com 10 a > 50 repetições kringle IV (cada variável do kringle IV consiste em 114 aminoácidos). Estes tamanhos variáveis ​​das apo(a) são conhecidos como "isoformas apo (a)". Existe uma correlação geral inversa entre o tamanho da isoforma a…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…