Pular para o conteúdo principal

Postagens

O QUE TODAS AS ZONAS AZUIS DA LONGEVIDADE TÊM EM COMUM ?

Crédito de imagem: Sally Plank O que todas as zonas azuis da longevidade têm em comum?
Postagens recentes

OS 25 ALIMENTOS MAIS ALCALINOS - VOCÊ DEVE COMÊ-LOS PARA SE PROTEGER CONTRA O CÂNCER, INFARTO E TODAS AS DOENÇAS

OS 25 ALIMENTOS MAIS ALCALINOS - VOCÊ DEVE COMÊ-LOS PARA SE PROTEGER CONTRA O CÂNCER, INFARTO E TODAS AS DOENÇAS
Quem não sabe que produtos processados, açucarados e com ingredientes químicos são péssimos para a saúde? Pois é, a maioria está ciente disso, mas os fast-foods, por exemplo, não deixam de estar cheios. Esse tipo de alimento altera o pH do nosso corpo, causando consequências terríveis. O correto é que o nosso organismo seja alcalino, mas o ser humano insiste na má alimentação, acidificando o sangue. Se você não sabe, o pH ácido afeta o sistema imunológico, abrindo espaço para muitas doenças graves. Por isso, é muito importante que você faça de tudo para que seu corpo atinja o pH ideal. Para ajudar você a manter sua saúde e bem estar, nós apresentaremos uma lista de alimentos alcalinos que devem ser consumidos regularmente: 1. Acelga Este é um dos alimentos mais alcalinos. Nos protege contra vírus, bactérias e radicais livres. 2. Melão Esta fruta ajuda a eliminar toxinas e a alcaliniza…

OS MEUS 7 PASSOS PARA NUNCA MAIS PRECISAR FAZER DIETA NA VIDA

Os meus 7 passos para nunca mais precisar fazer dieta na vida! 13 de junho de 2016 Por Lara Lobo*Muitas pessoas que me conheceram quando eu era mais jovem, sabem que fui uma criança “gordinha”. Na adolescência e em parte da vida adulta, passei por ciclos de engordar e emagrecer (o velho e conhecido “efeito sanfona”). Experimentei todas as dietas possíveis;  tomei medicamentos que me tiraram o sono; participei de programas de “vigilância” do peso; senti vergonha em subir na balança na farmácia; passei fome até entender que a minha luta não era contra a quantidade de calorias dos alimentos. A minha luta era contra minha própria mente. Eu não sabia me relacionar bem com a comida. Não a entendia como nutrição para meu corpo, e sim como minha “melhor amiga”, nos momentos de ansiedade ou de tristeza, ou como minha “pior inimiga”, quando eu tinha de enfrentar os resultados das “jacadas” ao encontrar com a balança. Ao mesmo tempo em que travava esse embate com os alimentos, sempre tive um forte …