Pular para o conteúdo principal

O QUE SÃO ALIMENTOS FUNCIONAIS




Os alimentos funcionais ou nutracêuticos são aqueles que colaboram para melhorar o metabolismo e prevenir problemas de saúde. Ou pelo menos deveriam ser assim: os cientistas já reconhecem as propriedades funcionais de muitos desses alimentos, porém os estudos ainda não são conclusivos. “A ciência ainda não consegue determinar uma dieta diária de alimentos funcionais que atenda a todas as necessidades do organismo”, explica Valdemiro Sgarbieri, da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp.


Essas substâncias não são novidade, como às vezes prega a indústria de alimentos. As isoflavonas, por exemplo, compostos que ajudam na redução do colesterol ruim, fazem parte da alimentação humana desde que a soja foi descoberta pelos chineses, há mais de 5 000 anos.


O que vem acontecendo é um aprofundamento nos conhecimentos da natureza química das substâncias funcionais e das suas funções no organismo. Com isso, os laboratórios e a indústria alimentícia passaram a produzir, em larga escala, alimentos funcionais formulados ou “artificiais”, como leites fermentados, biscoitos vitaminados e cereais matinais ricos em fibras.


Para chegarem ao mercado, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária exige que o fabricante apresente provas científicas das propriedades funcionais alegadas na embalagem. Mas não se entusiasme demais com os rótulos: 1 litro de leite com ômega 3, por exemplo, oferece menos desse ácido graxo que uma posta de salmão.



Betacaroteno


O que faz: Ajuda a diminuir o risco de câncer.


Como age: Quando ingerimos gorduras e proteínas, o betacaroteno se converte em vitamina A, protegendo as células do envelhecimento.


Onde encontrar: Abóbora, cenoura, mamão, manga, damasco, espinafre, couve.




Isoflavonas


O que fazem: Atenuam os sintomas da menopausa.


Como agem: Por ter uma estrutura química semelhante ao estrógeno (hormônio feminino), alivia os efeitos de calor e cansaço da menopausa e da tensão pré-menstrual.


Onde encontrar: Soja e seus derivados.




Licopeno


O que faz: Está relacionado à diminuição do risco de câncer de próstata.


Como age: Evita e repara os danos dos radicais livres que alteram o DNA das células e desencadeiam o câncer.


Onde encontrar: Tomate e seus derivados, além de beterraba e pimentão.




Ômega 3


O que faz: Diminui o risco de doenças cardiovasculares.


Como age: Reduz os níveis de triglicerídeos e do colesterol total do sangue, sem acumulá-lo nos vaso sanguíneos do coração.


Onde encontrar: Peixes de água fria, como salmão e truta, e óleo de peixes.






Flavonóides


O que fazem: Diminuem o risco de câncer e atuam como antiinflamatórios.


Como agem: Anulam a dioxina, substância altamente tóxica usada em agrotóxicos.


Onde encontrar: Suco natural de uva e vinho tinto, além de alimentos como café, chá verde, chocolate e própolis.




Probióticos


O que fazem: São microorganismos vivos que ajudam no equilíbrio da flora intestinal.


Como agem: Impedem que bactérias e outros microrganismos patogênicos se proliferem no intestino.
Onde encontrar: Iogurtes e leite fermentado.


Fonte: Inar de Castro, pesquisadora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP.


Tabela de alimentos funcionais


SUBSTÂNCIA
FONTES ALIMENTARES
BENEFÍCIOS À SAÚDE
ÁCIDOS GRAXOS ÔMEGA-3
PEIXES DE ÁGUAS FRIAS COM ALTO TEOR DE
GORDURA; ÓLEOS VEGETAIS (LINHAÇA)
PREVENÇÃO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES
PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS AUTO-IMUNES E INFLAMATÓRIAS
ESTERÓIS/ESTANÓIS VEGETAIS
MILHO, SOJA, TRIGO, ÓLEOS DE MADEIRA
REDUÇÃO DO RISCO DOENÇAS CARDIOVASCU-
LARES, DIMINUI A ABSORÇÃO DO COLESTEROL
FLAVONÓIDES
UVA, AMORA,FRAMBOESA, FRUTAS CÍTRICAS, BRÓCOLIS, REPOLHO, CHÁ VERDE, SOJA*,ETC.
EFEITO ANTIOXIDANTE - AÇÃO SOBRE A FORMAÇÃO DE RADICAIS LIVRES E DIMINUIÇÃO DOS NÍVEIS DE LDL-COLESTEROL
* ALÍVIO DAS ONDAS DE CALOR EM MULHERES NA MENOPAUSA
ANTOCIANINAS
FRUTAS EM GERAL (PRINCIPALMENTE EM
FRUTAS VERMELHO ESCURAS E ROXAS)
PREVENÇÃO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES E CÂNCER
CATEQUINAS
UVA, MORANGO, CHÁ VERDE, CHÁ PRETO
ATIVIDADE ANTIOXIDANTE E INIBIÇÃO DA
FORMAÇÃO DE ATEROMAS
PREVENÇÃO DE CERTOS TIPOS DE CÂNCER
LIMONÓIDES
FRUTAS CÍTRICAS
ESTÍMULO À PRODUÇÃO DE ENZIMAS
PROTETORAS CONTRA O CÂNCER E REDUÇÃO
DO COLESTEROL
RESVERATROL E QUERCETINA
CASCA DE UVA, VINHO TINTO, MAÇÃS
REDUÇÃO DO RISCO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES; INIBIÇÃO DA FORMAÇÃO DE CARCINÓGENOS, COÁGULOS E INFLAMAÇÕES
ISOFLAVONAS
SOJA, LEGUMINOSAS, AMENDOIM, ALCAÇUZ,
LEGUMES E ERVILHA
ALÍVIO DOS SINTOMAS DA MENOPAUSA
REDUÇÃO DO RISCO DE DOENÇAS
CARDIOVASCULARES E OSTEOPOROSE
REDUÇÃO DO RISCO DE CÂNCER DE MAMA
E PRÓSTATA






PROTEÍNAS DA SOJA
SOJA E DERIVADOS
REDUÇÃO DO RISCO DE DOENÇAS
CARDIOVASCULARES
BETAGLUCANA
AVEIA, CEVADA, LEGUMES E ALGUNS OUTROS GRÃOS
CONTROLE DA GLICEMIA E DO COLESTEROL SÉRICO
ISOTIOCIANATOS E INDOL
BRÓCOLIS, REPOLHO, COUVE-FLOR, RABANETE
E FOLHA DE MOSTARDA
AUMENTO DA ATIVIDADE DE ENZIMAS (TIPO 2)
PROTETORAS CONTRA CARCINOGÊNESE
LICOPENO
TOMATE, GOIABA, MELANCIA
ATIVIDADE ANTIOXIDANTE
REDUÇÃO DO RISCO DE DOENÇAS CARDIOV.
PROTEÇÃO CONTRA CÂNCER, PRINCIPALMENTE PRÓSTATA
LUTEÍNA E ZEAXANTINA
FOLHAS VERDES (LUTEÍNA)
PEQUI E MILHO (ZEAXANTINA)
PROTEÇÃO CONTRA A DEGENERAÇÃO MACULAR
MANUTENÇÃO DE UMA BOA VISÃO
LIGNANAS
LINHAÇA
INIBIÇÃO DE TUMORES HORMÔNIO DEPENDENTES
SULFETOS ALÍLICOS (ALIL SULFETOS)
ALHO E CEBOLAS
REDUÇÃO RISCO DOENÇAS CARDIOVASCULARES
ESTÍMULO À PRODUÇÃO DE ENZIMAS PROTETORAS CONTRA O CÂNCER GÁSTRICO
FIBRAS/PREBIÓTICOS (FIBRAS INSOLÚVEIS E SOLÚVEIS FRUTOOLIGOSSACARÍDEOS, INULINA, ETC.)
GRÃOS INTEGRAIS, FRUTAS E VEGETAIS EM GERAL
MELHORA DA SAÚDE INTESTINAL
REDUÇÃO DO RISCO DE CÂNCER DO CÓLON
CONTROLE DO COLESTEROL
PROBIÓTICOS (BIFIDOBACTÉRIAS E LACTOBACILOS)
LEITES FERMENTADOS, IOGURTES, ETC.
MELHORA DA SAÚDE INTESTINAL
REDUÇÃO DO RISCO DE CÂNCER DO CÓLON
MELHORA DA INTOLERÂNCIA À LACTOSE


Fonte: Dra Jocelem Mastrodi Salgado Pesquisadora e Profa Titular ESALQ / USP - Piracicaba/ S.P. Presidente e Fundadora da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais - SBAF.


ALIMENTOS FUNCIONAIS AMIGOS DA MULHER

Anemia: Ferro ,Carnes vermelhas magras (patinho,
lagarto, maminha e alcatra).
Ácido fólico: Feijão, ricota, folhas verde-escuras
e leguminosas.
Prevenção do câncer de mama e útero :Indóis, Vegetais alaranjados como cenoura e  abóbora ,folhas verde-escuras
como brócolis e espinafre;Brassinina e sulforafano :Repolho e couve-flor.
Câncer cervical :Licopeno-Tomate
Osteoporose :Cálcio Leite e derivados, avelã, aveia, agrião,
couve-manteiga, gergelim e peixes.
Constipação intestinal :Fibras Frutas, vegetais, pão integral, nozes,
legumes, cereais integrais e farelos;Muita água.
Sintomas da menopausa :Fitoestrógenos Vinho tinto, suco de uva, chocolate
amargo e chá verde.
Tensão pré-menstrual :Cálcio Leite, iogurte, queijo;Magnésio :Feijão, soja, lentilha, ervilha, agrião,espinafre, rúcula, nozes, aveia,
granola, arroz e farinha de trigo integrais;
Vitamina B6: Batata, banana, abacate, melão, peitode frango, pimenta, gema de ovo,
arroz integral, levedo de cerveja,
gengibre e semente de girassol.


_ Glicosamina – Componente do ácido hialurônico,
que é um hidratante natural do nosso corpo.
Conforme envelhecemos, nosso organismo produz
cada vez menos essa substância, deixando as
articulações doloridas, a pele seca, flácida e enrugada.
Adicionar glicosamina à dieta vai ajudar
o interior e o exterior do corpo a ficarem hidratados
e flexíveis. Uma das poucas fontes é a casca
do camarão, mas é frequentemente manipulado
e usado como suplemento.
_ Aminoácidos – São importantes para construir
e reparar o colágeno e a elastina dos vasos sanguíneos.
As principais fontes são as carnes magras,
feijões, grãos integrais, castanhas, se mentes,
vegetais e frutas.
_ Ácidos graxos essenciais (AGE) – São os principais
carregadores de água para o tecido conjuntivo.
Você pode encontrar nas sementes e castanhas,
como linhaça e nozes, e também em peixes
de água fria, como o atum e o salmão.
_ Vitamina B e minerais – Ajudam nosso metabolismo
a transformar a glicosamina, os aminoácidos
e os AGE em tecido conjuntivo novo e
saudável. Fontes: levedo de cerveja, ervilhas,
germe de trigo, cereais integrais, vegetais de cor
verde-escura, laticínios de baixo teor de gordura,
peixe, ovos e aves.
_ Lecitina – As paredes das células são feitas de lecitina
e lipídeos. Uma dieta rica em lecitina e AGE
não só reconstrói as paredes celulares como também
atrai a água perdida de volta para elas. Consuma
sempre gema de ovo, espinafre, alface,
amendoim, creme de amendoim, maçã, laranja,
batata, couve-flor e alimentos à base de soja.

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …