Pular para o conteúdo principal

SUCOTERAPIA NO COMBATE DE DOENÇAS


Sucoterapia no combate de doenças

 
Tire o proveito de frutas e vegetais que tratam alergias, dor de cabeça e até acne
com sucos saudaveis. De quebra, eles ajudam a perder peso, confira!
 
 
 
A combinação de frutas e vegetais na preparação de sucos podem prevenir e combater doenças
além de ajudar na perda de peso.



O que uma maçã docinha, uma goiaba suculenta e um melão cheinho de caldo têm em comum, além da sensação agradável que proporciona ao paladar, logo na primeira mordida? “Os vegetais, em geral, são ricos em vitaminas, minerais, fibras e substâncias que chamamos de compostos bioativos, que ajudam o organismo a se manter em equilíbrio, minimizando o risco de problemas de saúde, incluindo as doenças crônicas não transmissíveis, como o colesterol alto, o diabetes tipo 2 e a hipertensão”, afirma a nutricionista Mariana Corrêa de Almeida, do Laboratório Panizza. Porém, tanto quanto no tratamento com medicamentos convencionais, a terapia à base de vegetais precisa ser levada a sério. É importante destacar que a ingestão des-ses alimentos deve ser habitual para que se tenha sucesso na prevenção ou tratamento de doenças. Eles precisam ser incorporados à alimentação rotineira, e uma forma de fazer isso é consumi- los em forma de sucos.

 

Os sucos que reúnem mais de uma fruta, verdura ou legume em sua composição, são uma alternativa para quem não tem tempo de fazer várias refeições ao dia ou tem dificuldade de colocar esses alimentos no prato, respeitando a dose recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de cinco porções. Quando o consumo dos sucos vira uma constante, fica fácil, fácil zerar essa necessidade diária. Para aproveitar só os benefícios das frutas, verduras e legumes, o cuidado com a procedência deles é fundamental. Se puder, fique com os orgânicos, vendidos por empresas certificadas, em que você confie. “Esses vegetais são cultivados sem agrotóxicos, e, por isso são ricos em nutrientes, compostos bioativos e têm sabor mais acentuado e agradável”, garante Mariana.


Na hora de preparar o suco, tanto faz usar um
liquidificador ou uma centrífuga O importante
mesmo é cinsumi-lo logo após o preparo.
Foto: Danilo Tanaka.

 

 

 

 

 

 

Como preparar


Na hora de preparar o suco, tanto faz usar um liquidificador ou uma centrífuga. O importante mesmo é consumi-lo logo após o preparo. “Assim, a perda de nutrientes é mínima”, diz a nutricionista Paula Gandin. E não coe os sucos. “As fibras vão melhorar o trânsito intestinal, o que favorece a eliminação de toxinas mais rapidamente, beneficiando a saúde em geral. Além disso, as fibras aumentam a sensação de saciedade, o que é bom para quem quer evitar beliscar nos intervalos entre as refeições, pois tem o objetivo de perder peso”, diz. Sementes, em geral, devem ser descartadas. “Elas podem deixar o suco com um gosto amargo como os da laranja, da mexerica, entre outros.

Ingredientes chave aguçam o sabor

Para proporcionar uma experiência cada vez mais agradável ao paladar e evitar que o gosto dos sucos, consumidos rotineiramente, chegue a enjoar, a melhor pedida é investir em alguns ingredientes-chave, que modificam o sabor e o aroma, sem interferir nas propriedades funcionais da bebida. “A hortelã, a cidreira ou capim limão e a flor de hibisco são exemplos de ervas que podem ser adicionadas aos sucos”, indica a nutricionista Paula Gandin. Canela, cravo e raspas de limão também ajudam a alterar o sabor, aguçando o paladar. Para adoçar, em vez do mel, também vale o açúcar mascavo. “Com o tempo, procure adoçar cada vez menos, para descobrir o sabor natural dos alimentos e de suas combinações. Essa exploração sensorial também pode ser muito agradável”, garante a especialista.
 
Receitas poderosas da sucoterapia
 
Para quem não consegue consumir a quantidade ideal de frutas e legumes diáriamente, a sucoterapia pode ajudar a manter a boa alimentação. Confira as receitas de sucos com combinações de frutas e legumes e seus benefícios!
 
 

UVA: Previne complicações cardiovasculares

Para o coração, bata no liquidificador:
  • 200 ml de suco de uva integral
  • 50 ml de água
  • 1/2 colher (café) de açafrão em pó
  • 1 colher (chá) de mel e cubos de gelo
Consuma 1 copo (250 ml), todos os dias.
Por que: “A uva contém resveratrol, um potente antioxidante, que age capturando os radicais livres do organismo, evitando a destruição das células e a oxidação da fração LDL do colesterol (ou colesterol ruim). A consequência direta é a diminuição do risco de problemas de coração”, garante a nutricionista Cínthia Perine.
Combinação esperta: o açafrão pode ser adicionado ao suco de uva, uma vez que a fruta disfarça bem o sabor do tempero. “O açafrão possui curcumina, substância com inúmeras propriedades anti-infl amatórias e antioxidantes, que potencializam a ação da uva”, diz Cínthia.


LARANJA-PERA :Evita e controla as alergias

Receita pró-sistema imunológico, bata no liquidificador:
  • 100 ml de suco de laranja
  • 1 banana
  • 1 colher (sopa) de gergelim
  • 1 colher (chá) de mel e cubos de gelo
Consuma 1 copo (250 ml), todos os dias
Por que: “A laranja contém muita vitamina C, um dos nutrientes mais importantes para o sistema imunológico. Ela favorece a síntese de interferon, proteína responsável pela proteção do organismo, e ainda aumenta a mobilidade das células de defesa”, diz Cristina.
Combinação esperta: o gergelim, como toda semente, possui alta concentração de fibras, favorecendo o bom funcionamento intestinal. Como consequência, o organismo acaba se depurando das substâncias que estão lhe fazendo mal com mais rapidez.


AGRIÃO: ajuda nas terapias de recuperação

Receita antianemia: bata, no liquidificador :
  • polpa de 2 tangerinas com bagaço
  • 50 ml de água
  • 1 colher (sopa) cheia de agrião fresco
  • 1 colher (chá) de mel e cubos de gelo
Consuma 1 copo (250 ml), todos os dias.

Por que: “O agrião é uma fonte importante de ferro, assim como outros vegetais verdes-escuro. Também oferece boa quantidade de vitamina C. Em conjunto, esses dois nutrientes atuam na prevenção e tratamento da anemia por carência de ferro e ácido fólico”, explica a nutricionista funcional Cristina dos Santos Martins.

Combinação esperta: frutas cítricas, como a tangerina, vão oferecer uma dose extra de vitamina C. E o nutriente é reconhecido justamente por favorecer a absorção do ferro proveniente da alimentação.



MAÇÃ: Restabelece a flora gástrica

Receita anti-inflamatória, bata no liquidificador:
  • 200 ml de água
  • 3 maçãs com casca
  • 1 colher (chá) de mel
  • 1 lasca de gengibre e cubos de gelo
Consuma 1 copo (250 ml), todos os dias.

Por que: “A fruta é um alimenton imprescindível na recuperação da fl ora intestinal e no tratamento da disbiose, uma alteração gastrointestinal bastante comum, benefi ciando inclusive quem toma antibióticos . Contém polifenóis, vitamina C, ácido málico e tartárico, funcionando como antifúngico natural. Além disso, as fi bras solúveis provenientes da pectina, que estão na casca da fruta, favorecem o bom funcionamento do intestino”, explica Cristina dos Santos Martins.

Combinação esperta: o gengibre também é digestivo e possui ação antiinfl amatória. “Ele funciona como um antiemético natural, e ajuda a combater os enjoos e o mal-estar”, explica Paula Gandin.



GOIABA: alivia a dor de cabeça

Receita anticefaleia, bata no liquidificador :
• polpa de 2 goiabas bem maduras
•200 ml de água
•1 colher (chá) de mel e cubos de gelo

Consuma 1 copo (250 ml), todos os dias.

Por que: “A goiaba se destaca como uma das frutas com maior potencial antioxidante. Tem compostos fenólicos, vitamina C e licopeno, substâncias que promovem uma verdadeira faxina no organismo. O resultado dessa limpeza por dentro é a sensação de bem-estar e o alívio da dor”, explica a nutricionista Cristina.

Combinação esperta: o mel, quando adicionado a qualquer tipo de suco feito com vegetais, ajuda a tornar a bebida mais atrativa ao paladar. O açúcar que contém é outro trunfo, desde que usado em quantidades moderadas. Ele pode ajudar a acalmar, aplacando o estresse que potencializa as dores, incluindo as cefaleias.



ABACATE: diminui a acne

Receita cicatrizante, bata no liquidificador:
•1 copo (200 ml) de extrato de soja (em forma
líquida e não em pó)
•2 colheres (sopa) de polpa de abacate
•1 colher (sopa) de farelo de trigo
•1 colher (chá) de mel e alguns cubos de gelo

Beba 1 copo (250 ml), duas vezes por semana.

Por que: O abacate é fonte de ácido pantatênico e vitamina B5, duas substâncias importantes para o equilíbrio dos ácidos graxos e dos hormônios sexuais, que têm tudo a ver com a acne. O componentes bioativos da fruta aceleram o processo de cicatrização, melhorando sua aparência.

Combinação esperta: a soja é outro aliado indispensável de quem quer manter a pele bonita. Ela favorece a síntese de colágeno e de ácido hialurônico, o que proporciona mais fi rmeza e elasticidade. As isoflavonas também ajudam a retardam os sinais do envelhecimento.



MELÃO ORANGE: Combate a retenção de líquidos e o inchaço

Receita diurética, bata no liquidificador:
•suco de 1 lima-da-pérsia inteira
•1 xícara (chá) de melão orange picado
•1 xícara de chá de cavalinha
•1 colher (chá) de mel e cubos de gelo

Consuma 1 copo (250 ml), três vezes por semana.

Por que: “O melão funciona como um excelente diurético, além de ser boa fonte de vitaminas A, C e do complexo B e de minerais como o ferro, cálcio e o fósforo”, diz a nutricionista funcional e personal diet Luciana Harfenist.

Combinação esperta: a cavalinha é uma erva fi toterápica que pode ser usada como ingrediente especial de um suco de melão. “Ela fornece boas quantidades de silício e potássio, o que potencializa o efeito diurético do suco. O silício também auxilia na saúde da pele”, esclarece Paula Gandin.



Alimentos para desintoxicar o organismo

Quando exageramos na hora de comer guloseimas, o organismo precisa de uma limpeza. Aprenda receitas com alimentos que desintoxicam o organismo.



ABACAXI PARA A DIGESTÃO
  • 500 ml de água
  • 6 fatias de abacaxi
Preparo: bata tudo no liquidificador, de preferência não muito gelado, pois a temperatura baixa no intestino difi culta o processo digestivo das gorduras.

Por Nélio afonso, nutricionista.



SUCO VERDE ACELERA O TRÂNSITO INTESTINAL

  • 200 ml de água-de-coco
  • 1 maçã com casca picada
  • 1 cubo de gelo de couve
  • 1 colher (sopa) de mel
  • 1 colher (sobremesa) de linhaça dourada
Preparo: coloque no liquidificador a água-de-coco, a maçã picada, o mel e o gelo de couve. Bata tudo e depois de pronto salpique a linhaça por cima do suco.
Preparo do cubo: colocar água + 1 folha de couve no liquidificador, depois despejar o líquido sem coar em formas de gelo.

Por Alexandra Marinho, nutricionista.



BETERRABA ANTIOXIDANTE

  • 4 cenouras
  • 1 beterraba
  • ½ maçã sem sementes
  • 1 fatia fina de gengibre

Preparo: passe todos os ingredientes na centrífuga, e está pronto para tomar.

Por Luciana Carneiro, nutróloga.



ÁGUA MINERAL

Contém sais minerais e hidrata o organismo. auxilia na filtragem das substâncias tóxicas pelos rins. Para adultos, recomenda-se a ingestão diária de 35 ml de água por quilo de peso.


COUVE MANTEIGA

É excelente fonte de vitamina C e betacaroteno, um excelente antioxidante que acelera o trânsito intestinal. o ideal é ingerir uma porção (equivalente a um pires) por dia.


LARANJA

Fonte de vitamina C, funciona como um míssil contra os radicais livres. recomenda-se a ingestão de 3 porções da fruta por dia. Pode-se alternar com caju, morango, goiaba e limão.


ABACAXI

Repleto de vitamina C e água. É um excelente diurético, que contribui para a hidratação do corpo e filtragem das toxinas. também ajuda na digestão. Consuma 2 fatias no café da manhã.


Fonte:http://revistavivasaude.uol.com.br/nutricao/sucoterapia-no-combate-de-doencas/380/
 

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …