Pular para o conteúdo principal

PRIMEIRA INFÂNCIA E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Getty Images - ThinkstockOi, queridos e queridas!

Primeira infância e alimentação saudável


Numa época em que temos que concorrer com mil salgadinhos de pacote, bolachas recheadas, fast food, refrigerantes e guloseimas das mais variadas, e que temos o maior número de crianças com problemas de peso da história (30% dos brasileirinhos e brasileirinhas entre 5 e 9 anos de idade estão com sobrepeso e 15% obesas), proporcionar uma alimentação saudável é uma das maiores preocupações de muitas mães e pais (como eu!!).
Todo mundo sabe que a criança que cresce com hábitos nutricionais saudáveis tem menor tendência a obesidade e outros problemas no futuro. Sendo assim, de vez em quando, eu procuro dar aqui dicas para mães e pais serem bem sucedidos na batalha contra as tentações.
Dessa vez as dicas vem de um site muito bacana, feito pela nutricionista Daniella Simantob Horn. No Nutrição & Ação ela dá receitas, dicas nutricionais, ensina a fazer lista de compras e organizar a vida para que a mesa da casa das pessoas seja mais saudável. No espaço dedicado às crianças, algumas orientações interessantes para quem tem filhos entre 1 e 6 anos:
1. Cuidado com as gororobas. Nunca de um biscoito ou um pedaço de bolo para a criança que não quis almoçar. Ela precisa entender que a refeição é composta por nutrientes importantes que não podem ser substituídos por guloseimas. O importante é você criar esta consciência no seu filho ao invés de enche-lo de calorias vazias.
2. Use as frutas e os sucos naturais ao invés de sobremesas ou doces feitos com açúcar.
3. Arroz + feijão deve ser o carro chefe no cardápio das suas crianças.

4. Substitua os carboidratos refinados pelos integrais.

5. Evite alimentos muito gordurosos, prefira preparações com olés prensados a frio, azeite extra-virgem, e cozidos no vapor.
6. Evite alimentos prontos, eles geralmente contêm alto teor de sódio, e gorduras.
7. Além de tomar leite, o cálcio necessita de boa absorção, por isso cuidado com o excesso de caféina presente em chocolates e refrigerantes.

8. Leve seu filho com você na quitanda e deixe-o escolher os legumes e as verduras.

9. Elabore um cardápio bem variado e alegre, use as preferências saudáveis de sua criança e procure deixá-lo bem balanceado nutricionalmente.

10. Cuide bem da educação nutricional do seu filho. Explique diariamente, de uma maneira lúdica e carinhosa a importância dos bons alimentos e o porquê devemos deixar as guloseimas para atos exporádicos.

Cuidar da alimentação dos pequenos não é fácil, requer determinação e paciência. Mas o futuro com saúde compensa!
Beijos
Pati


Por | Mãe de Salto Alto

Fonte:http://br.mulher.yahoo.com/blogs/mae-salto-alto/primeira-infância-e-alimentação-saudável-185113625.html

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

ALTERNATIVAS NATURAIS PARA DIMINUIR A LIPOPROTEÍNA 'A'

Comer peixe que tenha bastante ácidos graxos ômega-3 pode diminuir os níveis de lipoproteína (a)
O QUE É A LIPOPROTEÍNA 'A'
A lipoproteína (a) [Lp(a)] consiste numa partícula semelhante à LDL e a apolipoproteína específica (a) [apo(a)], que é covalente ligada à apoB da partícula semelhante à LDL. As concentrações plasmáticas de Lp(a) são altamente hereditárias e controladas principalmente pelo gene da apolipoproteína (a) [LPA] localizado no cromossoma 6q26-27. As proteínas apo(a) variam em tamanho devido a um polimorfismo de tamanho [KIV-2 VNTR], que é causado por um número variável de repetições kringle IV no gene LPA. Esta variação de tamanho ao nível do gene é também expressa ao nível da proteína, resultando em proteínas apo(a) com 10 a > 50 repetições kringle IV (cada variável do kringle IV consiste em 114 aminoácidos). Estes tamanhos variáveis ​​das apo(a) são conhecidos como "isoformas apo (a)". Existe uma correlação geral inversa entre o tamanho da isoforma a…