Pular para o conteúdo principal

CONDIMENTOS E TEMPEROS PARA QUÊ ?




Condimentos e temperos para quê ?



Tantas coisas boas para contar! Mas hoje vou compartilhar uma informação MUITO boa e extremamente importante.

Há muito tempo que venho querendo compartilhar aqui sobre a questão dos temperos e condimentos nos nossos alimentos. Quando se descobre a simplicidade do comer e percebe-se que todas as frutas e vegetais possuem seus maravilhosos sabores e todos os nutrientes que precisamos, fica ainda mais compreensível o que venho compartilhar abaixo com vocês. Vamos lá...


UM POUCO DA HISTÓRIA DOS CONDIMENTOS

Os condimentos e temperos sempre foram usados com a intenção de conservar e disfarçar o gosto ruim dos alimentos que por si só - em seu estado cru - não nos agradariam. Carnes e alguns legumes (feijões, grão de bico, lentilhas) e alguns vegetais - que em seu estado cru, fresco e natural não são palatáveis (já demonstrando como não foram feitos para nós) sempre foram muito temperados e condimentados para conseguirmos comê-los.

Pode-se dizer que os alimentos condimentados e muito temperados começaram a realmente serem usados quando o ser humano escolheu o mundo da ilusão e do prazer pelo prazer, e se esqueceu de seu alimento natural e sazonal, acarretando com isso muitas doenças e mal estar constantes.

O QUE É UM CONDIMENTO?

Um condimento é geralmente algo "extra" que é adicionado a um alimento para dar "sabor" ou estimular o paladar, ou ser utilizado por suas propriedades conservantes (como por exemplo o sal e vinagre). Em outras palavras, os condimentos servem para mascarar os alimentos não palatáveis, não tendo nenhum valor nutricional atribuído a eles de grande importância.

O verdadeiro alimento para nós seria o alimento que conseguimos fazer uma refeição dele em grande quantidade. Você pode comer uma quantidade razoável de alimentos naturais para te saciar sem que haja nenhum desconforto ou malefício futuro.
Mas, claro lembrando que comer exageradamente de qualquer alimento - sendo natural ou não - sempre acarretará algum desconforto. Diferenciar a saciação da fome verdadeira da gula é algo sensato de se fazer para o bem estar constante ;-)

Não há possibilidade de você comer GRANDES quantidades de sal, pimenta, vinagre, azeite etc sem se sentir muito mal depois, além do que, muitos deles podem ser até fatais se consumidos em grandes quantidades.

Dr. Herbert M. Shelton descreveu a natureza real dos condimentos e temperos em seu livro "Vida Humana: Suas Leis e Filosofia" da seguinte forma:
"Entre todas as substâncias usadas para perverter o sabor dos alimentos, estão os condimentos e temperos. Esses alimentos possuem quase nenhum nutriente de grande relevância para nós e não há nenhuma justificativa para a utilização deles."

"Eles viciam e destroem a capacidade de nós sentirmos o REAL sabor dos alimentos em seu estado natural. Eles estimulam demasiadamente e enfraquecem as glândulas da boca, estômago e intestino. Eles irritam as mucosas do intestino, fazendo-as engrossar, endurecer e prejudicam seu funcionamento normal. Eles criam um desejo ilusório pelos alimentos e acabam provocando excessos alimentares. Eles criam uma falsa sede que não pode ser saciada somente com água. Além de também retardar e atrapalhar toda a digestão."

"Eles mascaram os alimentos. Quando o alimento é mascarado pelo sal, azeite, pimenta, noz moscada, vinagre, mostarda e outras especiarias, os sucos digestivos não estão adaptados para digerir esses alimentos, desta forma atrapalham de desgastam a digestão, causando futuros desconfortos e muitas vezes doenças."

"Ninguém precisa desenvolver um vício por esses alimentos, pois eles só fazem é atrapalhar todo o funcionamento digestivo e assimilatório do organismo humano. Mas, se o vício já foi instalado será preciso uma determinação para abster-se deles e desta forma, depois de um tempo, conseguir sentir o verdadeiro sabor característico dos alimentos naturais."


OS CONDIMENTOS E TEMPEROS ESTÃO POR TODA A PARTE...

Se você for a qualquer restaurante ou fazer compras em supermercados, você estará sempre comendo todos esses condimentos e temperos. Hoje em dia, principalmente, quase todos os alimentos preparados estão cheios de excitoxinas ou realçadores de sabor, glutamato monossódico, especiarias importadas, sal, açúcar e outros tantos venenos chamados de temperos e condimentos.

Vou explicar um pouco mais sobre os malefícios das excitotoxinas:

"As mais comuns e perigosas são o Aspartame e o Glutamato Monossódico e seus derivados (incluindo a proteína hidrolizada vegetal, extratato de levedura, proteína texturizada e extrato de proteína de SOJA), caseinato de sódio, "aroma natural" e "temperos prontos".

As excitotoxinas são substâncias que reagem com os receptores especializados no cérebro, e que levam à destruição de certas células cerebrais. Essas substâncias neurotóxicas altamente aditivas aceleram e estimulam o sistema nervoso, causando neurodegeneração, doenças, desordens neurológicas, desordens endócrinas, ataques do coração, enfartes, tumores, perda de visão, enxaquecas, convulsões e muitas outras doenças. Também pioram ou imitam os sintomas de doenças e condições como a fibromialgia, diabete, Alzheimer, fadiga crônica e depressão.
Excitotoxinas são usadas fortemente nos petiscos salgados e doces de restaurantes e redes de fast food além da maioria dos alimentos industrializados, e não existem leis restringindo o uso dessas substâncias.(...) Todos os produtos da SOJA, são carregados com excitoxinas de glutamatos."
( Fonte: The 80/10/10 Diet - Dr. Douglas Graham)


POR QUE USAMOS TANTOS TEMPEROS?

Quando os alimentos são processados ou cozidos grande parte de seu sabor são perdidos. Essa é uma das razões porque os alimentos quando estão sendo cozinhados cheiram tão forte podendo ser sentido de longe - isso é porque realmente seus sabor está indo embora pelo ar!, além de todos os nutrientes essenciais... Então o alimento fica insípido e sem sabor, tendo que ser adicionado sal e outros condimentos para lhe devolver o sabor que foi-se embora pelo ar. Os condimentos e temperos são usados para "devolver" ilusioriamente o sabor dos alimentos naturais.

A carne e os grãos (arroz, trigo, centeio, sarraceno, aveia) e legumes (feijões, ervilhas, grão de bico) não sem nem um pouco palatáveis quando consumidos em seu estado NATURAL e cru, e precisam sempre de MUITOS temperos para lhes adicionar um sabor "agradável" ao nosso paladar, nos mostrando NITIDAMENTE como não são alimentos feitos para o ser humano digerir.

As frutas maduras e os vegetais e verduras frescas e cruas são extremamente deliciosas e palatáveis, com seus sabores característicos e únicos, e ainda nos fornecem tudo que precisamos equilibradamente, não precisando de nenhum tempero e condimento.


SAL

O sal é um composto mineral inorgânico composto de sódio e cloro.
Ele tem propriedades antibióticas e conservante. Embora não seja geralmente considerado como um veneno, o sal é mortal para todos os organismos vivos.
Você sabe por quê o sal consegue realçar o sabor dos alimentos? É porque ele inflama a língua tornando-a mais sensível. Terrível não?! O sal é um produto químico, e ele não pode oferecer nada de bom para o seu corpo, a não ser a ilusão. O sal faz parte dos três pós brancos que envenenam tantas pessoas ao redor do mundo: o sal, o açúcar e a cocaína.

Aqui está um pouco do que acontece quando o sal é consumido
- a absorção dos alimentos pela membrana intestinal é inibido.

- A solubilidade de proteínas aumenta e uma perda considerável de material para construção de tecido é perdido através da urina (uma condição patológica também conhecida como "albuminúria"

- O equilibrío dos líquidos na digestão dos alimentos é perturbado (pois é retido pelo sal), atrapalhando assim a digestão.

O sal é extramamente diurético e faz com que o organismo use a água da corrente sanguínea e das linfas para excretar o sal através dos rins. É por isso que o sal nos faz sentir sede - o corpo pede mais água para poder excretar o sal dos tecidos corporais. Olha o corpo sempre dando um jeito de se equilibrar! ;)

Finalizando, o sal é:
- Tóxico
-Venenoso
-Não pode ser utilizado pelo organismo em qualquer quantidade
-Uma dica? Elimine de vez o sal da sua vida!!!

PIMENTA

A pimentas cayenne, juntamente com todas as outras variedades de pimentas (exceto os pimentões vermelho e amarelo) , contém alcalóides nocivos. Quando a pimenta cayenne e a pimenta preta e todas as outras variedades são consumidas, o corpo fica em um estado de emergência na tentativa de eliminar óleos e substâncias tóxicas dessas pimentas.
Todas as pimentas contêm um alcalóide venenoso chamado piperidina e uma substância nociva cristalina conhecida como piperin. As pimentas quentes também têm resinas e óleos voláteis que irritam o trato digestivo e urinário. A pimenta Cayenne também contém um alcalóide chamado capsicina que irrita o corpo de forma tão severa que a circulação é aumentado rapidamente, a fim de removê-lo do sistema.
É por isso que as pimentas fazem você se sentir "quente", o corpo aumenta drasticamente a circulação para remover todos os alcalóides prejudiciais das pimentas o mais rápido possível.

Quando as pessoas comem pimenta com ou nos alimentos, muitas vezes o organismo secreta muco, ajudando na eliminação de toxinas, dando uma perspectiva ilusória de que está limpando o organismo, mas, na verdade, é exatamente ao contrário, o organismo tem que duplicar sua fabricação de muco para ajudar na eliminação dos alcalóides e substâncias nocivas causadas pelas pimentas! É preciso lembrar que alimentos não eliminam o muco do corpo, o corpo que fabrica o muco a partir dele mesmo, pois o muco é um mecanismo de proteção do corpo, ok?

Quer dizer...thau pimenta! :-)


VINAGRE

O vinagre é o resultado da fermentação acética de líquidos alcoólicos. O vinagre é muito prejudicial para os órgãos digestivos, e não importa se é vinagre branco, vinagre de cidra. Vinagre reduz o número de glóbulos vermelhos, retarda a digestão e assimilação e prejudica os rins. Quando usado em conjunto com alimentos ricos em amido, a digestão é totalmente suspensa e a fermentação rapidamente acontece.

ALHO

O alho é muito usado para temperar os alimentos. Sua substância alicina é responsável pelo seu odor e sabor.
A alicina é uma substância bactericida (mata todas as bactérias) e um líquido extremamente irritante. (em um post passado eu falei um pouco do porquê nós não queremos destruir todas as bactérias e porquê não precisamos tomar nenhum alimento bactericida, veja mais nesse link: http://alimentacaointeligente.blogspot.com/2010/11/perguntas-e-respostas.html ).

Qualquer agente que seja tão venenoso que cause a morte imediata de qualquer outro organismo vivo jamais deve ser consumido. Se o óleo volátil - que é parte da planta do alho - é tão poderoso que causa a morte de parasitas e bactérias internas que muitas vezes não tem porquê morrer, imagina o que ele faz no organismo inteiro???

Quando um alimento é ingerido, ele passa pelo mesmo processo de digestão e assimilação. Seus componentes são discriminados e absorvidos através da mucosa intestinal e irão encontrar o seu caminho para a corrente sanguínea e linfática. Esses componentes são então transportados por todo o corpo e os nutrientes são utilizados pelas células conforme necessário. Os componentes não utilizáveis são, naturalmente, rejeitados e eliminados. Se esses componentes são venenos mortais, irá nos causar muito mal enquanto eles circulam em todo o corpo.

Você sabia que se o óleo extraído do alho for aplicado sobre a pele, uma vermelhidão irá acontecer? E o que isso significa? Vermelhidão indica inflamação, e é uma resposta do organismo a uma substância irritante. O organismo tenta isolar esta substância invasora para que ele não entre na corrente sanguínea e crie mais problemas para o corpo lidar com eles. Olha quanto gasto de energia, de trabalho para algo que nem precisamos...pense bem.


CEBOLA

A substância nas cebolas que lhes confere o odor característico e sabor é o óleo de mostarda, um óleo volátil que é altamente tóxico. Seus vapores são tão irritantes que causam a irritação dos olhos apenas por estar em contato com os esses vapores por alguns segundos. Este óleo, se aplicado diretamente sobre a pele, causa vermelhidão e bolhas extrema.

Qualquer um pode atestar o fato de que, depois de ter comido cebolas, mesmo que se for apenas uma pequena quantidade, o cheiro de cebola permanecerá em sua respiração/hálito por um tempão depois. O corpo elimina grande parte do óleo tóxico através da respiração, enquanto tenta se livrar desse veneno.

AZEITE

Pense comigo, se nós, seres humanos, somos seres frugívoros, nós conseguimos metabolizar através dos nossos alimentos (muitas frutas e vegetais) as gorduras necessárias para a manutenção do organismo tanto quanto a vaca consegue metabolizar tudo que ela precisa através da grama que ela come, não é mesmo?
É engraçado que muita gente reclama que quando comem alimentos açucarados e derivados do trigo, dizem que esses alimentos acabam se transformam em "gorduras indesejadas". Isso só nos mostra a eficiência do nosso organismo em converter carboidratos em óleos e gorduras que precisamos ;-)

As frutas que consumimos são digeridas com eficiência e sem muitos gastos energéticos. A maioria das frutas é digerida em 10 - 30 minutos, enquanto que os óleos e as gorduras em geral demoram horas para digerir.

Os óleos extraídos (seja ele de pressão a frio ou extraído convencionalmente) são 100% gordura. Nenhuma proteína ou carboidratos estão contidos nestes óleos. Na verdade, ele contém muitos poucos minerais e apenas vitaminas E e F estão presentes. Desta forma podemos constatar que esses óleos extraídos são muito desequilibrados nutricionalmente para nosso consumo e para uma saúde próspera.

Eles podem ser comparados ao açúcar ou farinha branca como produtos refinados.
Porque, simplesmente, o azeite ou óleo vegetal é a extração de uma quantidade muito grande ou de azeitona ou de uma semente ou grão, tornando para o organismo um alimento altamente concentrado e que irá causar uma bagunça para ser digerido, assimilado e eliminado! Pra quê?

Esse vídeo abaixo é MUITO bom para todos aqueles que queiram se informar e ficar atentos em como podemos equilibrar nossa dieta alimentar quando consumimos muitas frutas e vegetais com a questão da gordura, pois ela é a causadora de muitos problemas e doenças. Vejam, é rápido e explica muita coisa...




Reflitam e mudem para melhor...vamo sair do mundo da ilusão para viver plenamente e integralmente usando todos os nossos sentidos e paladar, dando valor para o alimento que foi tão bem preparado pela Mãe Natureza. ;-)

Fonte:http://alimentacaointeligente.blogspot.com/2011/01/condimentos-e-temperos-pra-que.html

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …