Pular para o conteúdo principal

GRÃO DE BICO,O ALIMENTO DA ALEGRIA,MELHORA O HUMOR

Grão-de-bico branco e Grão-de-bico verde

Grão-de-bico branco e Grão-de-bico verde

Grão de bico melhora o humor

Conheça o que os nutricionistas chamam de alimento da alegria: o grão-de-bico. Essa leguminosa é rica em ferro e proteínas e aumenta a sensação de bem estar.


Mesmo com uma aparência mais apetitosa, o grão de bico quase sempre é ignorado entre tantas opções.
As pessoas sequer conhecem as propriedades que existem nele, mas o grão de bico é uma leguminosa mais nutritiva do que um velho conhecido do cardápio brasileiro, o feijão. Além dos valores semelhantes em ferro e proteína, tem zinco, potássio, cálcio e magnésio.
O grão é uma excelente fonte de fibras, o que facilita o funcionamento do intestino, ajudando a reduzir os níveis de colesterol e de açúcar no sangue, explica a nutricionista da Unicamp.
Salete brito explica ainda que o grão é indicado para mulheres que estão na fase da menopausa, porque tem hormônios vegetais usados na reposição hormonal. “Ele vai auxiliar o seu organismo a trabalhar melhor. Então vai eliminar esse colesterol, eliminar este açúcar em excesso. Ele manda as toxinas embora, você vai ficar com uma pele bonita”, diz.
Além de fazer bem para a saúde, o grão de bico também melhora o nosso humor e está sendo chamado pelos nutricionistas como o alimento da alegria. Isto porque ele possui altas taxas de triptofano, uma substância que estimula a produção de serotonina. Ela é responsável pela ativação dos centros cerebrais que dão a sensação de bem estar, satisfação e confiança.
O grão de bico também aumenta a sensação de saciedade por isso é uma opção para quem pretende emagrecer e pode ser consumido todos os dias.

RECEITA DE BOLO DE GRÃO DE BICO

Tempo de preparo – 1hora
Rendimento – 6 porções

Ingredientes
– 1 xícara de chá de grão-de-bico cozido e sem pele
– 1 1/2 xícara de chá de farinha de trigo
– 1/2 xícara de chá de farinha de trigo integral
– 1 xícara chá de arroz cozido
– 1 copo pequeno de iogurte natural
– 1 pitada de gengibre ralado
– 5 folhas de açafrão
– 1 xícara de chá de tomate seco picado
– 3 dentes de alho bem amassado
– 1 colher sopa de fermento em pó
– suco de 1/2 limão
– 2 colheres sopa de óleo
– 1 copo (americano) de água
– sal a gosto

Modo de Preparo
Bater no liquidificador o grão-de-bico,arroz e a farinha de trigo, iogurte e a água
A seguir acrescente o gengibre, açafrão, alho e o suco do limão e continue a bater. Ajuste o sal.
Tampe o liquidificador e deixe descansar por 30 minutos, depois desse tempo junte o óleo, o tomate seco picado e o fermento em pó, misture bem e despeje em uma forma untada com óleo.
Cubra a forma com papel alumínio e deixe descansar por 15 minutos.
Tire o papel e leve ao forno para assar por 30 minutos ou até ficar dourado.

Fonte: [ Jornal Hoje ]


SiSTSP – Grão-de-bico (Cicer arietinum)

NOME CIENTIFICO: Cicer arietinum
NOME(S) POPULAR(ES): Grão-de-bico, Gravanço, Ervanço, Ervilha-de-galinha, Ervilha-de-bengala
FAMILIA (Cronquist): Leguminosae
FAMILIA (APG): Fabaceae
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
O grão-de-bico é uma leguminosa com importantes qualidades culinárias e nutritivas, sendo rico em proteínas, sais minerais e vitaminas do complexo B. Além disso, devido à grande quantidade de celulose contida na casca, o grão-de-bico estimula o funcionamento dos intestinos.

O grão-de-bico, do ponto de vista nutricional, é um excelente alimento. Devido à sua grande quantidade de amido, é usado pelo nosso organismo como fonte de energia. É pobre em água e gorduras, e está isento de colesterol.
O grão-de-bico é usado para o preparo de uma pasta árabe chamada Homus.
Cada 100g de grão contém 6g de fibras, sendo nas sua maioria fibras solúveis, ajudando de uma forma bastante eficaz o nosso organismo a eliminar açúcares, gorduras e o colesterol.
O ácido fólico pode-se encontrar em doses generosas no grão.
Vários estudos referem a importância desta leguminosa na prevenção de doenças cardiovasculares, assim como no tratamento de vários tipos de anemia.
Contém uma generosa quantidade de cálcio, ferro e magnésio, minerais que desempenham funções importantes no nosso organismo.
Sendo um alimento relativamente barato, oferece uma grande versatilidade na culinária.
É indispensável numa dieta alimentar equilibrada.
O grão-de-bico também possui uma grande quantidade de triptofano, utilizado pra produzir serotonina, responsável pela ativação dos centros cerebrais que dão a sensação de bem-estar, satisfação e confiança.[2]
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
ficha disponivel online em:
http://www.tudosobreplantas.com.br/asp/plantas/ficha.asp?id_planta=16628
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
| SiSTSP – Banco de Plantas Notaveis – Projeto Tudo Sobre Plantas
| registro atualizado em: 18/01/2015 21:17:34, por Anderson Porto.


Fonte:https://tudosobreplantas.wordpress.com/

Grão-de-bico branco e Grão-de-bico verde

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …