Pular para o conteúdo principal

O GLÚTEN É MESMO O VILÃO DA DIETA ? CYNTHIA HOWLETT EXPLICA

Cynthia Howlett  (Foto: Reprodução/GNT)

O glúten é mesmo o vilão da dieta? Cynthia Howlett explica

Nutricionista e apresentadora do GNT bate um papo exclusivo com a Vogue. Confira suas opiniões!


11/05/2015 - 13h28 - Atualizado 13h57 

Sem glúten. O quanto essa simples etiqueta nos motiva a comprar um alimento? Depois do ovo, que voltou a ser canonizado pela galera da academia, esse é o vilão do momento quando se trata de alimentação saudável. A nutricionista e apresentadora do GNT Cynthia Howlett é uma das defensoras da proteína encontrada na farinha de trigo, cevada e centeio. “Muitas vezes cortando glúten diminuímos o consumo de carboidrato e acabamos emagrecendo. Mas existem carboidratos sem glúten que possuem um índice glicêmico alto, e se transformam rapidamente em glicose no sangue”, alerta a expert.
É o caso da tapioca, um dos alimentos ‘’da moda’’, que chutou para escanteio tradicional pãozinho da manhã. ‘’Eu não trocaria um pão 100% integral e sem açúcar por uma tapioca se o objetivo é emagrecer”, decreta.
“Esta questão de comer de três em três horas faz com que não dê tempo nem de digerir a refeição anterior”, diz. “O jejum, ou seja, deixar o estômago vazio e esperar a fome chegar é algo positivo. O que não devemos é passar o dia todo sem comer nada e jantar para compensar todas as calorias do dia.” A própria Cynthia é adepta da malhação em jejum.
‘’No meu caso janto bem a noite e não tenho fome pela manhã, prefiro queimar a gordura de reserva para gerar energia do que o carboidrato do café da manhã. Mas depende muito do objetivo e treino de cada um.‘’ Para compensar o treino de barriga vazia, Cynthia aposta no café da manhã reforçado depois dos exercícios, vitamina de polpa de Juçaí, um tipo de açaí com mais oxidantes, proveniente da palmeira Jussara, ou Whey Protein batido com frutas vermelhas, banana, limão e gengibre. Mas antes de começar, sempre bebe um copo de água com limão.
Frutas, fibras, legumes e verduras são os alimentos que não faltam na geladeira da nutricionista, que não come carne vermelha há mais de 10 anos.
Nas próximas quatro terças-feiras, Cynthia Howlett realiza o ciclo de palestras “Por uma vida mais saudável”, no Studio 512, espaço multicultural no Jardim Botânico, Rio de Janeiro.
O objetivo do evento é desvendar mitos da alimentação saudável e dieta funcional, debatendo questões como “qual o melhor óleo para cozinhar?’’, ‘’cafeína e termogênios ajudam a emagrecer?’’ e ‘’o que comer antes e depois dos treinos’’ Para mais informações, acesse www.studio512.com.br

Fonte:http://vogue.globo.com/beleza/noticia/2015/05/o-gluten-e-mesmo-o-vilao-da-dieta-cynthia-howlett-explica.html

Cynthia Howlett  (Foto: Reprodução/GNT)

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …