Pular para o conteúdo principal

TÉCNICAS PARA CONTROLAR A GULA




TÉCNICAS PARA CONTROLAR A GULA

Vamos te dar 4 dicas para você parar com os desejos por comida. São 4 passos simples que você vai colocar facilmente em prática.

Quando você está constantemente com fome, a tarefa de escolher os alimentos certos nas horas certas se torna um desafio.

Mantenha-se satisfeito e energizado enquanto come poucas calorias – esse é o segredo para o sucesso a longo prazo na perda de peso.

Aqui vão 4 estratégias para sentir-se satisfeito após uma refeição saudável e se manter assim por mais tempo. Você não só terá mais energia como desejará menos comidas e comerá menos...
 

1. Coma Alimentos Com Muita Água. 


Beber água é ótimo e você deve fazer isso durante o dia todo, no entanto isso não fornece a mesma sensação de saciedade de quando você ingere alimentos com alta concentração de água.

Esse é um mecanismo separado no cérebro que controla a fome e a sede. Se o alimento contém água, ele permanecerá no estômago por mais tempo enquanto está sendo digerido, o que fará você comer menos e ficar muito mais tempo satisfeito.

Além disso, alimentos com muita água são naturalmente muito pouco calóricos, fazendo-os ideais para a perda de peso.

Muitas frutas e vegetais contém entre 90% e 98% de água! Os seguintes são alguns dos alimentos mais hidratantes:

Melancia contém 92% de água e eletrólitos como cálcio, magnésio, potássio e sódio - todos com uma influência positiva no seu metabolismo!

Toranja contém apenas 30 calorias e é 90% composta de água!

Pepinos são 96% água e possuem apenas 14 calorias em apenas um copo! 

Cantalupo é 89% água e contém apenas 27 calorias a cada meio copo! 

Morangos contém apenas 23 calorias por cada meio copo e são feitos de aproximadamente 92% de água. Além disso, morangos são a quarta fruta mais rica em antioxidantes. 

Brócolis contém 90% de água e nutrientes “anticâncer” que ajudam a desintoxicar o vasto número de toxinas que encontramos diariamente. Ainda, é uma ótima fonte de fibras!

Você deve ter notado que essas comidas ricas em água são também ricas em carboidratos. Por serem naturais e não processadas, sugiro que a porção seja do tamanho aproximado da circunferência do seu punho. Então, uma toranja pequena ou copo de morangos cortados, por exemplo, funciona bem.
 

2. Acrescente Fibra


A fibra é crucial na perda de peso de várias formas: primeiro, contém apenas 1.5 a 2.5 calorias por grama, enquanto outros carboidratos contém 4 calorias por grama e a gordura 9 calorias por grama. 

Você pode encher seu prato de muitos alimentos ricos em fibras sem se preocupar em estar comendo calorias em excesso. 

Além de ser baixo em calorias, alimentos com muitas fibras te deixam mais satisfeito. A fibra é absorvida mais lentamente do que outros alimentos, o que significa que ficamos com a sensação de satisfação por mais tempo.

Alimentos ricos em fibras são frutas, vegetais, feijões, lentilhas, legumes e grãos integrais naturais. Foque em ingerir pelo menos 25-35 gramas por dia para ajudar a reduzir sua ingestão de calorias e te manter satisfeito e energizado por mais tempo.
 

3. Inclua Proteínas Em Cada Refeição


Uma refeição com carboidratos somente causa queda de açúcar sanguíneo, o que faz com que você se sinta cansado, faminto e fraco. A proteína ajuda a diminuir as chances de isso acontecer para que os carboidratos que você ingere não sejam convertidos em gordura corporal e permita que a energia seja liberada devagar. 

Boas fontes de proteína são carnes magras, peixe, laticínios com pouca gordura, legumes e produtos de soja não processados.

Sua escolha de proteína deve ser aproximadamente o tamanho da palma da sua mão. Por exemplo, um peito de frango tamanho médio.
 

4. Não Deixe De Fora As Gorduras Saudáveis 


No entanto, como a gordura é rica em caloria, é importante comer com moderação... Mas, em pequenas quantidades, ela provê sabor e tem impacto positivo na diminuição da resposta da insulina assim como a proteína.

Minhas fontes favoritas de gordura saudável são as nozes e sementes por também serem ótimas fontes de proteína e fibra. Outras fontes excelentes sãoabacateazeitona e salmão.

A fonte de gordura que você escolher deve ser do tamanho do seu dedo. Isso equivale a 5 amêndoas para uma mulher e 7 para um homem. 
 

Colocando isto em prática


Agora que você sabe quais alimentos manter para se sentir completamente satisfeito ao longo do dia, aqui vão algumas ótimas ideias para combinar todos juntos em um lanche ou refeição de queima de gordura:

1 - Misture um pouco de manteiga de amendoim (gordura saudável), proteína em pó (proteína) com aveia (fibra) e morangos por cima (água);

2 - Molhe pepinos (água) no húmus (fibra e gordura saudável) e queijo cottage (proteína); 

3 - Brócolis em banho maria (água e fibra), peito de frango sem pele e sem osso (proteína) com um pouco de óleo de oliva (gordura saudável), vinagre balsâmico enrolado em papel alumínio e preparado como churrasco; 

4 - Uma tigela de iogurte grego (proteína) com pedaços de melancia (água) e sementes de linhaça (fibra e gordura saudável);

Essas refeições irão te fazer se sentir bem disposto e ainda por cima te ajudar a emagrecer e se manter em forma!

Seu humor e energia irão se estabilizar e você não terá aquela sensação de insatisfação. Você terá muito mais autocontrole quando se tratar do que comer e quando comer.


p.s1. Para saber mais sobre controlar os desejos por comida e principalmente como ensinar novas preferencias ao seu organismo visitewww.fatordaperdadepeso.com.br

p.s2. Gostou desse conteúdo? Me escreva dando a sua opinião. Vou adorar saber o que você achou. Mande um email parahiltonjr@mundoboaforma.com.br.


Um abraço,
Hilton Junior
MundoBoaForma


Fonte:http://us12.campaign-archive2.com/?u=8b4c923d0c1668f556b89a872&id=eb9313f2f0&e=1e03f48dbe

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …