Pular para o conteúdo principal

VEGANO OU CRUELTY-FREE : SAIBA QUAIS MARCAS DE BEAUTÉ SE ENCAIXAM EM CADA

Lindsey Wixson na Vogue Brasil de agosto de 2013 (Foto: Jacques Dequeker)

Vegano ou cruelty-free: saiba quais marcas de beauté se encaixam em cada

Preocupadas com o bem-estar, marcas de beauté optam por não usar produtos de origem animal ou não apoiar testes com cobaias


23/05/2015 - 09h52 - Atualizado 12h03
Cada vez mais, nos preocupamos com as fórmulas e ingredientes dos cosméticos que levamos para casa. Isso porque queremos saber se aquele produto é nocivo à saúde ou ao planeta e ainda se foi desenvolvido sem crueldade ou se leva derivados animais em sua composição. Por isso, separamos algumas marcas cruelty-free e veganas e explicamos o que significa cada uma dessas classificações. Na edição de maio, você encontra ainda produtos orgânicos e naturais na matéria assinada por Livia Roncolato, então não deixe de ler a revista!



1 Esfoliante corporal de manga e ameixa, R$ 56, Feito Brasil 2 Sabonete de glicerina Castanha do Brasil, R$ 14, Granado 3 BB CreamAmazonian Clay, US$ 36, Tarte 4 Tônico capilar Detox Suco Verde, R$ 34, Cadiveu 5 Lip Tar mate cor Kava Kava, US$ 18, OCC 6 Xampu Blousey, R$ 136, Lush 7 Óleo Biossentiel, R$ 80, Ng de France (Foto: Thinkstock e Divulgação)
VEGANO
Além de banir em qualquer componente sintético, produtos veganos não contêm nenhum derivado de origem animal em sua composição. Até mesmo o leite e o mel de muitos batons e a lanolina– que vem da lã –, que dá poder de hidratação a cremes, ficam fora dessa categoria. O que resta? Flores, frutas, vegetais, ervas e castanhas que são estrelas de grande parte dos produtos da inglesa Lush e da OCC, marca nova-iorquina de makes preferida de Yasmin Brunet.
1 Lápis de olhos 24/7 Glide- On Shadow cor Noise, R$ 99, Urban Decay 2 Sabonete líquido Proteção, R$ 40, Pomander 3 Base original SPF 15, R$ 109, bareMinerals 4 Loção hidratante Nativa Spa violeta e peônia, R$ 46, O Boticário 5 Creme de mãos Resurrection, US$ 97, Aesop 6 Trio de sombras Photo Op, R$ 109, Smashbox 7 Manteiga Natura Ekos Ucuuba, R$ 55, Natura (Foto: Thinkstock e Divulgação)
CRUELTY-FREE
A categoria livre de crueldade aos animais não necessariamente faz parte do grupo dos naturebas. É o caso da americana Urban Decay e de O Boticário, que levantam a bandeira de não testar nenhuma fórmula em seres vivos, ainda queusemconservantes e outros ingredientes sintéticos em suas fórmulas.Nosite do Peta (People for the Ethical Treatment of Animals) e do Pea (Projeto Esperança Animal) há uma lista com todas as marcas de beleza que optam por realizar testes alternativos, como os in vitro. 

Fonte:http://vogue.globo.com/beleza/noticia/2015/05/vegano-ou-cruelty-free-saiba-quais-marcas-de-beaute-se-encaixam-nas-categorias.html

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …