Pular para o conteúdo principal

ALCALINIZAR EVITA O CÂNCER - CONCEIÇÃO TRUCOM

Alcalinizar para evitar o Câncer

Alcalinizar para evitar o Câncer


Conceição Trucom *
Sempre lembrar que a semeadura da saúde integral (corpo-coração-mente-espírito) são os bons hábitos do dia-a-dia. Portanto, manter o seu organismo alcalinizado, através da alimentação viva e demais hábitos saudáveis, é a grande sabedoria, a colheita feliz.
Localização 1: não se trata de um foco, uma obsessão pela alimentação e saúde para evitar doenças, mas na saúde pela sabedoria, pela qualidade de vida, pela ecomedicina.
Localização 2: acreditar em milagres para neutralizar os maus hábitos de vida faz parte da ilusão, da falsa expectativa e da contracultura, cuja inevitável colheita é empacar no caminho da evolução e da saúde do Ser.
Uma novidade está no ar
O Dr. Tullio Simoncini, médico italiano especialista em oncologia, diabetes e desordens metabólicas, constatou algo simples que considera a causa do câncer. Ele observou que todo paciente oncológico apresenta quadro repetitivo de aftas, sintoma já identificado pela comunidade médica, mas sempre tratado como uma infecção oportunista por fungos: a famosa cândida albicans ou candidíase.
A constatação é que todos os tipos de câncer apresentam essa característica, ou seja, vários são os tipos de tumores, mas em comum a manifestação das aftas no paciente, que se sabe é um sintoma de acidez metabólica.
Então, pensou ele: não seria ao contrário? A causa do câncer ser a proliferação descontrolada do fungo?
Essa é uma interpretação válida. Como os oncologistas não sacaram isso antes?
MAS, antes disso eu, Conceição Trucom, afirmo: fungos e aftas só acontecem; só proliferam ou se instalam em organismos ácidos. Em organismos alcalinizados tal fenômeno não tem como acontecer ou se perpetuar.
Repetindo o que já se sabe faz um século pela cultura Biodinâmica e muitos centros de medicina naturalista: fungos, vírus, bacilos e bactérias patógenas só proliferam em meio ácido, ou seja, em organismos ácidos, em solos ácidos. E, organismos ácidos, seja um solo, um animal ou ser humano, revelam um estado de subnutrição, desmineralização, doença, envelhecimento e morte.
Então, a verdadeira causa das doenças, no caso as infecções, candidíases e aftas,
assim como o câncer, acontecem porque a alimentação moderna,
industrializada, aditivada e refinada é altamente acidificante.
Um solo ou ser humano que faz uso massivo de 'alimentação' natural, de origem vegetal, crua, viva e orgânica, certamente será levemente alcalino, proporcionando um metabolismo harmônico, equilibrado e saudável, pronto para se defender dos naturais ataques e invasões destrutivas: seja um fungo, bactéria, célula mutante ou tumor.
Se uma substância alcalinizante, como o bicarbonato de sódio, extermina com os fungos e micro-organismos tumorais, é fácil deduzir que o meio adequado para o desenvolvimento e perpetuação dos mesmos é um meio ácido.
http://www.docelimao.com.br/images/nosso-sangue.JPGPor exemplo, a faixa normal de pH da saliva de uma pessoa que se alimenta saudavelmente (80 a 100% crua e viva) é levemente alcalina 7.36 a 7.42 (lembrar que o pH neutro é 7.0). Pessoas que exageram no açúcar, refrigerante, frituras, refinados, carnes e refeições 100% cozidas apresentam pH ácido de 6.5 a 6.8, enquanto uma pessoa com câncer apresenta pH mais ácido ainda: 4.5 a 5.7.
Os maus hábitos repetitivos de alimentação e de vida, como o fast food e o sedentarismo, condições rapidamente acidificantes, geram um organismo continuamente acidificado, um estresse metabólico que deprime o sistema imunológico e a força de sustentação da vida, minando diariamente a saúde, a vitalidade e os projetos evolutivos de transformação e curas.
Este é o motivo pelo qual peço que todos cuidem da sua saúde integral de forma sábia, ou seja, diariamente, preventivamente. E não se trata de um foco na saúde para evitar doenças, mas na saúde pela sabedoria, pela superação da vida, pela evolução.
Para tanto, sugiro a leitura de todos os textos + vídeos do Boletim Doce Limão de novembro/08: Não podemos ser ácidos
A forma de neutralizar e 'curar' do Dr. Simoncini
E, este foi o raciocínio do Dr. Simoncini: para exterminar esse fungo vou neutralizar (alcalinizando) este meio doentio e ácido. Assim, ele faz uso do agente neutralizante de acidez mais antigo e simples que a humanidade conhece: o bicarbonato de sódio.
Hoje banido da comunidade médica italiana, foi aplaudido de pé na Associação Americana contra o Câncer quando apresentou esta sua constatação e a terapia de alcalinização com o bicarbonato de sódio. Tem vários vídeos desta apresentação no YouTube.
Assim ele começou a tratar seus pacientes com lavagens (via procedimento hospitalar) com soluções aquosas de bicarbonato de sódio e controlando metodicamente os tumores. Resultados surpreendentes começaram a acontecer. Tumores de pulmão, próstata e intestino desaparecem, juntamente com as aftas. Desta forma, muitos pacientes de câncer foram curados e hoje comprovam com seus exames os resultados positivos do tratamento.
Muitos alertas
URGENTE: está circulando via net artigo indicando o consumo do limão com bicarbonato. NÃO FAÇAM ISSO. Trata-de de LIXO ELETRÔNICO. O uso continuado e abusivo de bicarbonato de sódio via oral pode causar graves problemas.
O limão integrado com alimentos de origem vegetal, frescos, maduros e crus, da estação SERÃO A MAIS PODEROSA FERRAMENTE DE ALCALINIZAÇÃO disponível para a saúde humana.
Trata-se da indústria selvagem que está se beneficiando de lucros ASTRONÔMICOS a partir da venda do bicarbonato, uma matéria-prima industrial que é super barata (comoditie) que agora com esses modismos, se tornou produto para enriquecer a poucos e ADOECER a muitos!!!
1) O Dr. Simoncini começou a tratar seus pacientes com soluções aquosas de bicarbonado de sódio, com lavagens, via procedimento médico e hospitalar, e controle metódico dos tumores. Atenção: realizado e monitorado por EQUIPE MÉDICA.
2) Não faça ingestão. Muito cuidado com os textos que estão circulando pela net que induzem à auto-medicação. Embora o bicarbonato de sódio seja um produto fácil de comprar nas farmácias (aliás em qualquer esquina), NÃO FAÇA QUALQUER AUTO-MEDICAÇÃO. O uso continuado e abusivo de bicarbonato de sódio via oral pode causar graves problemas.
3) Mais cuidado: o texto que circula pela net informa que 'quaisquer tumores podem ser curados com esse tratamento simples e barato'. Pode ser barato, mas não é simples e não pode ser realizado domesticamente: todo cuidado é pouco nesta mania do brasileiro de se auto-medicar. Este é um procedimento MÉDICO. Não é brincadeira!
Para saber mais, ou informar seu médico sobre este tratamento, visite os sites e assista ao vídeo endereçados abaixo.
Em resumo, meu propósito ao escrever este artigo foi:
- Confirmar a constatação do Dr. Tulio Simoncini de que somente organismos ácidos são assolados por doenças, entre elas o câncer, aliás Hipócrates, 400 a.C. já afirmava isso!
- Alertar a todos para o fato de que o bicarbonato de sódio é um procedimento médico, portanto nada de auto-medicação. Alertar para este assunto que está sendo divulgado pelos internautas de forma sensacionalista, mas carecendo de informação e responsabilidade. Imagino as pessoas que estão com câncer ou parentes com câncer, como estão desesperadas para acessar o ex-Dr. Túlio (seu direito de exercer a profissão de médico foi cassada).
- O correto é a educação alimentar, é a medicina preventiva, é EVITAR a acidez metabólica com HÁBITOS SAUDÁVEIS DE ALIMENTAÇÃO E DE VIDA.
O caminho verdadeiro para a cura e as transformações de padrões destrutivos é praticar diariamente as mudanças alimentares que EVITAM os alimentos que acidificam o sangue e todo o metabolismo, e aumentar o consumo dos alimentos que proporcionam a ALCALINIZAÇÃO metabólica.
Minha indicação é sempre: Desintoxicar-se e na mesma cajadada Alcalinizar, Vitalizar e Curar.
Vai acabar a farra dos laboratórios farmacêuticos...
Esta é a chamada sensacionalista que tem circulado na net. Mas não é assim tão milagrosamente simples não. Precisamos primeiro sair da contra-cultura da desinformação ou da banalização irresponsável da informação.
Enquanto as pessoas não se conscientizarem sobre os seus maus hábitos alimentares e de vida, a indústria da doença irá crescer sim e vertiginosamente.
Não existem milagres ou fim deste capitalismo selvagem1  que executa a indústria da doença. Esta indústria existe porque damos poder e força para ela seguir, cada vez mais, existindo. Diga-se de passagem: somos cada dia mais dependentes dela.
Fico bem triste com a constatação de que as pessoas querem se auto-enganar para poder seguir com seus maus hábitos. E, uma forma de se auto-enganar é acreditar em facilidades, em milagres, no poder do externo. Um raciocínio comum nas mensagens que recebo: como tudo que eu quero, faço tudo que eu quero e depois, o que você acha Conceição, das pílulas A, B ou C? Do chá verde, branco ou azul? Da alga X, do cogumelo Z ou da auto-injeção W?
Não acreditem que esta é a solução. Que estão conseguindo enganar ao seu corpo, fígado, pâncreas, coração ou rins. Que a solução é ter câncer e depois, na sequência, se auto-medicar com bicarbonato. Até porque, se não curar a causa, o câncer voltará.
O MILAGRE, ou melhor, o NORMAL é não ter câncer. É não ter diabetes, problemas cardiovasculares, renais ou hepáticos.
E, se a doença já está instalada, cuidar para sair o mais rápido da zona de perigo (no caso antitérmicos e antiácidos podem ser úteis), mas buscar a CURA verdadeira, que só o próprio organismo, enquanto alcalinizado, vitalizado e nutrido, poderá fazer.
Medicina preventiva é a localização pessoal, é viver na real, é a humildade, é a sabedoria, é o comprometimento de VIDA que te quero VIVA!
É simplesmente uma alimentação saudável e hábitos amorosos de vida. É menos ilusão, mais localização.
Esta é a melhor forma de acabar com a farra dos laboratórios farmacêuticos e da indústria alimentícia, que enchem as bufas de dinheiro induzindo doenças e produzindo drogas contra câncer, diabetes, colesterol, hipertensão, ansiedade, obesidade etc. "Eu te adoeço, depois te vendo a cura."
Estas farras só irão acabar quando assumirmos a responsabilidade e o respeito para com o nosso corpo físico, coração, mente e espírito. Quando assumirmos o nosso poder e não deixá-lo nas mãos de desejos iludidos, remédios, médicos, hospitais e planos de saúde.
Penso que neste momento de transição consciencial e planetária, eles até podem existir, mas não da forma como o usamos: primeiro como, fico doente, depois verei o que faço.
Viva a Alimentação Desintoxicante! Viva a Alimentação Crua e Viva!
Viva o nosso rico dinheiro e energia investidos com o simples e natural. Com o que verdadeiramente soma e constrói saúde plural.
(1) O capitalismo selvagem só existe enquanto as pessoas estiverem
100% focadas na sobrevivência, no imediatismo e na ilusão.
Sugestões:
- Recomendo a leitura na íntegra dos Boletins Doce Limão: Novembro 2008: Não podemos ser ácidos e Março 2010: Bicarbonato???, em especial o texto Alimentação Desintoxicante x Doenças
- Vídeo em italiano, legendado em português, onde o Dr. Túlio Simoncini apresenta sua teoria: A cura do Câncer - Dr. Tulio Simoncini
- Orientações dos tratamentos com bicarbonato de sódio do Dr. Tulio Simoncini, com tradução realizada por webmaster do www.somostodosum.com.br 
Fonte:https://www.docelimao.com.br/site/desintoxicante/principios/69-alcalinizar-para-evitar-o-cancer.html

Postagens mais visitadas deste blog

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …