Pular para o conteúdo principal

NUTRICIONISTA DESVENDA VERDADES E MENTIRAS SOBRE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Bebidas consideradas "detox", quando em excesso e dependendo dos ingredientes utilizados, podem levar a uma série de danos - Divulgação/Fernando Veiga

Nutricionista desvenda verdades e mentiras sobre alimentação saudável

Sonja Salles defende dietas personalizadas e fala sobre sucos funcionais e sobre os efeitos do jejum intermitente, tema em voga

Água morna com limão limpa o organismo?

Esta teoria não tem nenhum fundamento científico. A ideia da “detoxificação” é um mito. O fígado e os rins são os órgãos do corpo humano responsáveis por fazer esta limpeza. Se você tem uma alimentação saudável, se consome frutas e vegetais diariamente, está favorecendo para que este processo ocorra da melhor maneira possível.

Qual é a melhor forma para adoçar uma bebida ou um doce?

A gente sempre tenta usar o açúcar na sua forma mais íntegra. A melhor escolha é o mascavo, que não passa por refinamento e, por isso, mantém propriedades nutricionais, vitaminas e minerais. Além de dar energia. Mas tem pacientes que acham que ele deixa a comida com gosto de rapadura. Então, sugiro o demerara, que é um meio termo. O estévia também é outra opção, mas que também deixa sabor residual. Por fim, a sucralose, que é artificial, acaba sendo um bom adoçante, pois tem o poder de adoçar mais do que o açúcar, e não tem interferência no paladar se vai ao forno ou ao fogão. O mel é um adoçante muito interessante. Tudo depende do perfil e dos objetivos de quem consome estes ingredientes. Não é crime adoçar.

Você foi consultora de uma empresa de sucos de caixinha, na qual ganhou o título de “frutommelier”. Você aprova o consumo da bebida neste formato? Recomendaria alguma outra opção?

Trabalhei três anos numa empresa do gênero. Nela, eles tinham um suco que era feito com o néctar, que é pouco suco, muita água e muito açúcar; e o 100% natural, produzido só com frutas mesmo. Cada fórmula tem a sua particularidade. Se você está na rua correndo, um suco pode ser uma refeição. Esses prensados, de uma forma geral, eu acho que são interessantes.

A que você atribui o sucesso do suco verde?

Eu acho fantástico. Você tem abacaxi, maçã, couve, gengibre. Mas não sei por que virou moda. Eu até brinco com os meus pacientes. Vamos fazer um suco vermelho ou amarelo? Para um leigo, a variedade da cor pode ser uma forma de reeducação.

Poderia sugerir receitas de sucos funcionais?

Um alimento sozinho não é capaz de nos nutrir como um todo. O suco de cenoura, laranja e frutas vermelhas vai ter um tom amarelado. O de tomate com beterraba, mais avermelhado. Um suco que era superbacana e caiu em desuso é o de laranja com beterraba.
Arte de André Mello - Agência O Globo
As dietas com intolerância ao glúten ajudam a emagrecer?

Se você cortar o glúten, socialmente falando, não vai poder comer nada na rua: empanada, pizza, bolo e por aí vai. Então, vai deixar de comer muita coisa que estava consumindo antes. Tirar o glúten é uma mudança de estilo de vida que faz a gente perder peso. Esta é a verdade nua e crua. E existe toda uma indústria do glúten que faz com que ele não saia de moda. Eu juro, já vi saco de gelo “sem glúten”. Mas existem pessoas celíacas, que não podem consumir nada mesmo porque passam mal.


E à lactose?

As intolerâncias são diagosticadas por médicos. Para quem tem alergia às proteínas do leite, retirá-lo da alimentação vai lhe trazer uma qualidade de vida muito melhor. Provavelmente não sofrerá de problemas gastrointestinais que incomodam. Mas têm situações em que a intolerância está num grau muito leve. Nestes casos, tomar uma enzima com lactase é suficiente. Por isso, é importante ter o diagnóstico. Não vale a pena se privar de um ingrediente por modismo.

Substituir o leite animal pelo vegetal tem impacto positivo ou negativo?

Aveia, castanhas e oleaginosas não geram leite e não podem ser substituídas por leite, apenas pela cor branca como única similaridade entre elas. São produtos nutricionalmente diferentes. O leite é um alimento de excelente fonte de cálcio, mineral importante para os ossos e para a coagulação. Deve ser consumido em todas as fases da vida.

Algumas gorduras trazem benefícios nutricionais para o nosso corpo?

A gente precisa de gordura. Ponto. Saturadas, monoinsaturadas e poli-insaturadas em nossa alimentação diária. Sempre dentro de quantidades específicas e calculadas de forma individualizada. Elas são importantes para viabilizar a absorção de vitaminas lipossolúveis como A, B, K e E que também geram energia e atuam na produção de hormônios sexuais. As definições de gorduras do bem e do mal são equivocadas. É importante não rotular.

O consumo de produtos orgânicos é um hábito saudável. Existe algum certificado que comprove a proveniência destes alimentos?

Os alimentos orgânicos têm um selo concedido pelo governo. Como se fosse uma chancela. Mas esses selos são caríssimos. Então, não precisa só consumir produtos certificados. Sempre que possível, é interessante saber onde eles são plantados através de uma conversa com o produtor.

Você aprova o jejum intermitente?

Não tenho uma posição. Tenho colegas de profissão que praticam e eu respeito. Mas todas estas práticas precisam de protocolo.

Fonte: http://oglobo.globo.com/ela/beleza/nutricionista-desvenda-verdades-mentiras-sobre-alimentacao-saudavel-21206362#ixzz4eSIWHf5W

Postagens mais visitadas deste blog

ALTERNATIVAS NATURAIS PARA DIMINUIR A LIPOPROTEÍNA 'A'

Comer peixe que tenha bastante ácidos graxos ômega-3 pode diminuir os níveis de lipoproteína (a)
O QUE É A LIPOPROTEÍNA 'A'
A lipoproteína (a) [Lp(a)] consiste numa partícula semelhante à LDL e a apolipoproteína específica (a) [apo(a)], que é covalente ligada à apoB da partícula semelhante à LDL. As concentrações plasmáticas de Lp(a) são altamente hereditárias e controladas principalmente pelo gene da apolipoproteína (a) [LPA] localizado no cromossoma 6q26-27. As proteínas apo(a) variam em tamanho devido a um polimorfismo de tamanho [KIV-2 VNTR], que é causado por um número variável de repetições kringle IV no gene LPA. Esta variação de tamanho ao nível do gene é também expressa ao nível da proteína, resultando em proteínas apo(a) com 10 a > 50 repetições kringle IV (cada variável do kringle IV consiste em 114 aminoácidos). Estes tamanhos variáveis ​​das apo(a) são conhecidos como "isoformas apo (a)". Existe uma correlação geral inversa entre o tamanho da isoforma a…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…