Pular para o conteúdo principal

CHIA - A SEMENTE QUE EMAGRECE ELIMINANDO A GORDURA

chia
Para resguardar as propriedades do grão, lembre-se de conservá-lo sempre na geladeira!
Foto: Dreamstime


O que é

Originária do México, a chia é uma semente que foi muito consumida por civilizações antigas, principalmente por quem precisava de força e resistência física.

Composição



Entre os principais componentes está o ômega 3 - em teor mais elevado do que o encontrado na linhaça. também tem fibras, cálcio, magnésio, potássio e proteína.

Ajuda a perder peso porque...



Segundo a nutricionista Flávia Cyfer, a chia age em três frentes distintas que auxiliam no emagrecimento

· Causa saciedade: "suas sementes são mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras. ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago. diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, o indivíduo fica satisfeito mais rapidamente e, então, passa a consumir porções menores".

· Combate inflamação: "a gordura é resultado de um processo inflamatório do organismo, que deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. Com isso, perde-se o controle sobre a fome a ponto de comer e nunca se sentir satisfeita. O ômega 3 presente no grão combate essa inflamação, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite".

· Desintoxica: "a fibra regula o trânsito intestinal e limpa o organismo por meio das fezes".

Outros benefícios



Além de ajudar o corpo a entrar em forma, a chia colabora na redução do colesterol, controla a glicemia, ajuda na formação óssea, previne o envelhecimento precoce e melhora a imunidade do organismo.

Contraindicações



Qualquer pessoa pode ingerir a semente. Porém, devido ao alto teor calórico, o excesso pode levar ao ganho de peso. Logo, para emagrecer, coma apenas a quantidade indicada na matéria.

Como consumir?



Pode ser encontrada de três formas - in natura (grãos), óleo e farinha. Mas independentemente do jeito que você prefere consumi-la, a chia deve ser ingerida 30 minutos antes de duas das suas principais refeições diárias (café da manhã, almoço ou jantar).

Conheça as formas e algumas marcas do produto já à venda no mercado.
produtos
Foto: Divulgação
GRÃO

Como ingerir: pode ser consumido puro ou misturado a frutas de sua preferência. O ideal é comer uma colher (sopa) da semente 30 minutos antes das refeições.

1. Giroil (250 g).
2. Ser Leve(200 g).
produtos
Foto: Divulgação
ÓLEO

Como ingerir

Use o óleo como tempero. Acrescente uma colher (sopa) do alimento em saladas, independentemente da quantidade de folhas. Contudo, a nutricionista Flávia Cyfer faz uma importante ressalva neste caso: a versão líquida de chia não conta com os benefícios das fibras, encontradas exclusivamente na farinha e na versão em grãos. Os demais componentes, como o ômega 3, permanecem inalterados.

1. Óleo Extravirgem da Giroil (260 ml).
2. Cacalia (250 ml).

FARINHA

Como ingerir: adicione uma colher (sopa) no preparo de iogurtes, vitaminas e saladas.

O poderoso grão possui...



· 2 vezes mais potássio do que a banana
· 3 vezes mais ferro do que o espinafre
· 6 vezes mais cálcio do que o leite integral
· 8 vezes mais ômega 3 do que o salmão
· 12 vezes o próprio peso: é o que ela absorve de água
· 15 vezes mais magnésio do que o brócolis

Fonte:

Chia semente que emagrece

Dieta da chia para emagrecer é a última novidade que está fazendo sucesso, ela é considerada um super alimento funcional e nutricional é a fonte vegetal conhecida mais rica em ácidos graxos. Ela tem propriedades que ajudam a controlar a fome e auxiliam na perda de peso sem o risco do efeito sanfona.

Chia para que serve

Chia para que serve em dietas nutricionais de emagrecimento não deixa dúvidas, a semente oferece ótimos resultados principalmente para quem precisa de força e resistência física. Recentemente foi descoberto seu incrível poder nas dietas de perda de peso pois é rica nos nutrientes indispensáveis para o bom funcionamento do organismo.
  • Ômega 3 na chia Possui teor mais elevado do que o encontrado em outras sementes.
  • Fibras na chia Favorece o trânsito intestinal e elimina as toxinas do corpo.
  • Cálcio na chia Recentemente descoberto, que ele também ajudava a queimar gordura no organismo.
  • Magnésio na chia Reduz a incidência da síndrome metabólica, condição que inclui o acúmulo de gordura abdominal.
  • Potássio na chia Essencial para a contração muscular, desempenha um papel importante nas atividades físicas melhorando o ritmo de bombeamento do coração e movimento do corpo.
  • Proteína na chia Um dos nutrientes principais que o corpo utiliza para gerar energia, sendo essencial para formação o dos músculos que queima mais calorias.

Chia benefícios

Chia benefícios que podem além de ajudar a emagrecer também contribuir na manutenção da saúde física e mental, por ser rica em quase todos os tipos de nutrientes ela se tornou um forte aliado principalmente para quem segue uma dieta de perda de peso, veja as vantagens de incluí-la na alimentação.
  • Chia promove a saciedade
  • Chia combate inflamação
  • Chia desintoxica
  • Chia reduz o colesterol
  • Chia controla a glicemia
  • Chia ajuda na formação óssea
  • Chia previne o envelhecimento precoce
  • Chia melhora a imunidade do organismo

Chia como usar

Chia como usar para obter melhores resultados deve-se introduzir a semente na alimentação de acordo com seu estilo de vida, veja abaixo as opções de como consumir chia.
Como consumir chia
Ela pode ser consumida pura ou misturada em frutas de sua preferência, também pode ser adicionada em saladas, no preparo de iogurtes, sucos naturais ou na comida. O ideal é comer uma colher (sopa) da semente 30 minutos antes das refeições.
Chia onde comprar
Chia onde comprar atualmente ficou fácil e acessível a todos, a semente pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, disponível em alguns supermercados ou vendida em lojas pela internet.
Chia efeitos colaterais
Chia efeitos colaterais ou contra indicações não são conhecidas até hoje, pois se trata de um produto natural, entretanto é sempre aconselhável consultar um nutricionista antes do uso para melhores resultados.

 

13 motivos para consumir chia, a semente da vez

 

 

Ela está lotada de ômega-3, cálcio, fibras, ferro e diversos outros nutrientes

Novidade nas prateleiras brasileiras, a chia, uma semente encontrada no sul do México, está prometendo um caminhão de vantagens para a saúde. Riquíssima em uma série de nutrientes, o grão também pode ser um grande aliado da dieta. 

Ela está disponível no mercado de três formas: óleo, farinha e grão inteiro. O óleo pode ser usado como temperos de saladas e pratos em geral, e a farinha ou o grão podem ser adicionados em iogurtes, vitaminas, tortas, bolos, saladas, sucos, entre outras receitas.

"A porção diária recomendada é de 25 gramas, o equivalente a uma colher de sobremesa", diz a nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional. Caso você passe um pouco dessa recomendação, não há grandes problemas, mas é importante não exagerar e manter sempre a dieta equilibrada, pois a chia é um tanto calórica - são 164 calorias por porção da semente. Confira tudo o que essa colherzinha diária pode fazer pela sua saúde! 

Efeito tira-fome A semente de chia é rica em fibras tanto solúveis quanto insolúveis. A nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, conta que essas fibras ajudam a regular o trânsito intestinal, evitando ou tratando a prisão de ventre, por exemplo. Enquanto a aveia possui 9,1g de fibras a cada 100g do grão, a chia tem 13,6g de fibra. "Ela também proporciona mais saciedade, pois em contato com líquido no interior do estômago forma uma espécie de 'gel' que dilata o estômago, ajudando também no emagrecimento", explica. 

Fonte;CAROLINA GONÇALVES-http://www.minhavida.com.br/

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …