Pular para o conteúdo principal

SUCOS DA BELEZA : CONHEÇA OS BENEFÍCIOS E CALORIAS DE CADA UM

Imagem ilustrativa / Foto: Getty Images

 

Sucos da beleza: conheça os benefícios e calorias de cada um

                   

Sozinhas ou combinadas, frutas são verdadeiro elixir da juventude






 
Quando você fala em beleza, pensa logo em potes de creme? Em geral, dietas significam algumas folhas no seu prato? Sucos podem ser opções saudáveis e saborosas para manter a pele lisinha e jovem, espantar a celulite e ainda enxugar alguns quilinhos. A seguir, confira as sugestões da endocrinologista Carolina Mantelli Borges. Aproveite e confira o número de calorias por copo de suco.
 

  • 1
    Laranja e couve
    As altas doses de vitamina C presentes na laranja participam na manutenção do colágeno na pele, prevenindo rugas e flacidez, combatem o envelhecimento precoce e favorecem o processo de cicatrização da pele, ideal para quem sofre com a acne. O ferro da couve é responsável por mandar embora a anemia, que pode causar fadiga e cansaço excessivo, aumentando as chances de faltar ao treino da academia. A combinação deste suco é especialmente importante para a absorção eficaz do ferro, que precisa ser consumido junto a fontes de vitamina C para ser mais bem aproveitado pelo organismo.

    Valor energético: 118 kcal (em 200 ml)

  • 2
    Abacaxi
    O suco é uma excelente fonte de sais minerais, como ferro e cálcio, que ajudam a melhorar o aspecto da pele, fortalecem as unhas e deixam os cabelos brilhantes. O abacaxi ainda contém vitamina A, C e complexo B que fazem bem ao sistema imunológico, além da enzima bromelina, que facilita a digestão, sendo um grande aliado na dieta.
    Valor energético: 53 kcal (em 200 ml)
     
  • 3
    Uva
    A uva é rica em antioxidantes que combatem os radicais livres, mantendo o viço da pele e prevenindo o envelhecimento precoce. Ainda fortalece o sistema imunológico, acelera o metabolismo e combate as inflamações do organismo, combinação poderosa para quem quer emagrecer de forma saudável. 

    Valor energético: 146 Kcal (em 200ml)
     
  • 4
    Maçã
    Famoso pelo seu poder rejuvenescedor, o suco de maçã é rico em antioxidantes. A fruta também contém altas doses de pectina, que forma um gel e remove as toxinas do organismo, deixando pele e cabelo mais bonitos. A fruta ainda ajuda nos casos de prisão de ventre, que pode deixar a pele sem viço ou com acne.
    Valor energético: 154 kcal (em 240 ml)
     
  • 5
    Abacate
    O suco possui grandes doses de vitamina E, que é excelente no combate ao envelhecimento precoce.
    Valor energético: 324 kcal (em 200 g)
     
  • 6
    Couve, cenoura, gengibre, pepino e laranja lima
    Rico em vitamina C, betacaroteno e fibras, é o suco que tem tudo para ser o queridinho das mulheres. A combinação ajuda a eliminar toxinas do organismo e combate a temida celulite. Para preparar o suco, bata uma cenoura, um pepino, uma folha de couve manteiga, gengibre e suco de uma laranja lima. Em seguida, coe e sirva.
     
    Valor energético: 120 kcal (em 200 ml)
     
  • 7
    Pepino e água de coco
    O suco é rico em fibras, potássio e água. Um excelente diurético, que ajuda a eliminar o excesso de toxinas e líquidos acumulados, desincha e, de quebra, manda alguns quilos embora.
    Valor energético: 50 kcal (em 50 ml)
     
    Água de coco é ingrediente importante em sucos terapêuticos

Os benefícios dos sucos terapêuticos

Sucos e vitaminas entram para o cardápio diário das pessoas que buscam uma vida saudável (Foto: Estúdio PA)
A preocupação com a saúde e o bem estar é cada vez mais recorrente, e isto reflete-se nos hábitos alimentares da sociedade. Não é a toa que cada vez mais lanches saudáveis ganham espaço na alimentação diária, entre eles os sucos e vitaminas, que são práticos e fáceis de fazer.

Essas bebidas ganham ainda mais destaque quando se valem de benefícios terapêuticos. Fernanda Aricó, nutricionista da rede de restaurantes
Desfrutti, diz que, hoje em dia, embora esses sucos sejam muito saborosos, são mais consumidos por serem benéficos à saúde.

Água de coco ajuda na digestão e nas funções renais

A nutricionista também destaca o fato da água de coco ser largamente utilizada nestas combinações terapêuticas. “A água de coco promove a hidratação. É uma bebida rica em vitaminas, minerais, aminoácidos e antioxidantes. Ela ajuda no funcionamento do intestino, facilita a digestão, favorece as funções renais e a circulação sanguínea, além de muitos outros benefícios”, diz.

Entre os sucos mais pedidos no restaurante estão o Pele e o Anti-TPM. O primeiro leva morango, amora, mel e água de coco, combinação rica em vitamina A. Já o segundo, queridinho das mulheres, vai banana, mel e água de coco; e contém vitamina B6 e triptofano, um aminoácido essencial precursor da serotonina, que atua no sistema nervoso central e transmite a sensação de bem estar e prazer ao corpo. E o melhor: dá para fazer em casa, é só bater os ingredientes no liquidificador e adoçar na sua preferência!
 
Fonte:http://gnt.globo.com/bem-estar/noticias/Os-beneficios-dos-sucos-terapeuticos.shtml

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …