Pular para o conteúdo principal

FITOTERÁPICOS : ANVISA RECONHECE OS BENEFÍCIOS DESTES PRODUTOS DE USO POPULAR


A ciência dá razão à sabedoria das avós, que sempre aconselharam o uso de chás para 

Anvisa reconhece que existem benefícios em produtos fitoterápicos

Produtos são diferentes dos medicamentos testados em laboratórios.
Uso de plantas como remédio já é uma tradição em diversos estados.

A ciência dá razão à sabedoria das avós, que sempre aconselharam o uso de chás para resolver problemas de saúde. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) reconheceu, nesta semana, os benefícios de produtos fitoterápicos, que são diferentes dos medicamentos fitoterápicos.
O uso de plantas como remédio é tradição em vários estados. Em Brasília, André foi à feira e comprou gengibre e alho para curar a gripe. Esses produtos foram testados em laboratórios. Eles fazem parte da nova lista da Anvisa, com 43  medicamentos  fitoterápicos à base de alimentos cujo efeito foi comprovado cientificamente, incluindo alho, alcachofra e gengibre.
Atualmente, a Anvisa reconhece 390 fitoterápicos, transformados pelas  indústrias em cápsulas ou xaropes. A agência criou também uma nova categoria: a dos fitoterápicos tradicionais. São produtos feitos, por exemplo, com arnica, eucalipto e maracujá. Eles foram reconhecidos sem necessidade de pesquisas porque os efeitos medicinais já são consagrados há anos pela população.
"A gente gostaria de resgatar esse já vasto conhecimento sobre as plantas medicinais. Eles foram avaliados pela Anvisa, então você tem certeza da identificação e da qualidade daquele produto", explica Ana Cecília Bezerra Carvalho, coordenadora de fitoterápicos da Anvisa.
A nova lista tem 16 produtos. A camomila, famosa como calmante natural, está no dia a dia de Viviane.  "Eu sempre optei pelo natural", conta a empresária Viviane Castro.
Na hora de comprar um fitoterápico, não é preciso ter receita médica. Mas é importante a orientação de um profissional. Um médico acredita que os produtos naturais podem ajudar na recuperação de algumas doenças. "É uma fonte de saúde, um recurso inestimável para a saúde da gente e ao alcance da população’”, analisa o médico Marcus Freire.


Veja lista de nomes e indicações de uso dos fitoterápicos registrados

Agência Nacional de Vigilância Sanitária reconhece benefícios dos produtos.


Categoria terapêuticaEspécies vegetaisRestrição de uso e venda
Analgésicos contra enxaquecaTanacetum partheniumSob prescrição médica
AnalgésicosSalix albaSem prescrição médica
AndrógenoTribulus terrestrisSob prescrição médica
Ansiolíticos simplesPassiflora incarnata, Melissa officinalis, Matricaria recutitaSem prescrição médica
Antiagregante plaquetárioGinkgo bilobaSob prescrição médica
AntialérgicosPetasites hybridusSob prescrição médica
AntiarrítmicoCrataegus oxyacanthaSob prescrição médica
AntidepressivosHypericum perforatumSob prescrição médica
AntiespasmódicoAtropa belladonna, Matricaria recutita, Melissa officinalis, Mentha x piperita,Sem prescrição médica
Anti-hemorroidáriosHamamelis virginianaSem prescrição médica
Anti-hipertensivoRauwolfia serpentinaSob prescrição médica
AntilipêmicosOryza sativaSob prescrição médica
Antiinflamatórios (oral)Borago officinalis, Boswellia serrata, Harpagophytum procumbens, Oenothera biennis, Uncaria tomentosaSob prescrição médica
Antiinflamatórios (tópico)Capsicum annum, Matricaria recutita, Uncaria tomentosa
Cordia verbenacea*
Sem prescrição médica
AntiparasitáriosMentha crispaSob prescrição médica
Antissépticos urinários simplesArctostaphylus uva-ursiSob prescrição médica
AntiulcerososMaytenus ilicifoliaSem prescrição médica
Antivaricosos de ação sistêmica, inclusive anti-hemorroidárioAesculus hippocastanum, Hamamelis virginiana
Pinus pinaster*, Melilotus officinalis*
Sem prescrição médica
AntivertiginosoGinkgo bilobaSob prescrição médica
Cicatrizante (tópico)Aloe vera, Symphytum officinaleSem prescrição médica
Climatério (coadjuvante no alívio dos sintomas)Cimicifuga racemosa, Glycine max, Trifolium pratenseSob prescrição médica
Colagogos e coleréticosPeumus boldus, Cynara scolymus, Rosmarinus officinalisSem prescrição médica
DiuréticosEquisetum arvenseSem prescrição médica
Estimulantes do apetiteCinchona calisayaSem prescrição médica
ExpectorantesMikania glomerata, Sambucus nigra, Glycyrrhiza glabra, Eucalyptus globulus, Chephaelis ipecacuanha, Nasturtium officinale,Sem prescrição médica
Imunomodulador
Colagogo, colerético e hepatoprotetor
Echinacea purpureaSob prescrição médica
IodoterapiaFucus vesiculosusSob prescrição médica
Laxante irritantes ou estimulantesSenna alexandrina, Rhamnus purshiana, Operculina alataSem prescrição médica
Laxantes incrementadores do bolo intestinal Plantago psyllium Sem prescrição médica
Moduladores do apetite e produtos para dietas especiaisGarcinia cambogiaSem prescrição médica
Outros produtos com ação na pele e mucosasArnica montanaSem prescrição médica
Outros produtos com ação no trato urinárioPygeum africanum, Serenoa repensSob prescrição médica
Outros produtos com ação sobre o aparelho cardiovascularCentella asiatica, Vitis vinifera, Camelia sinensis
Vaccinium myrtillus*
Sem prescrição médica
Outros produtos para o aparelho respiratórioSambucus nigra, Polygala senegaSem prescrição médica
Produtos ginecológicos antiinfecciosos tópicos simplesSchinus terebenthifoliusSob prescrição médica
Proteção, aparência e cicatrização de pele e mucosasPolypodium leucotomosSem prescrição
PsicoanalépticoPaullinia cupana, Panax ginseng, Pfaffia glomerataSem prescrição
VasodilatadoresGinkgo bilobaSob prescrição



Nomes populares dos fitoterápicos mais utilizados:


Aesculus hippocastanum (Castanha da índia)
Mikania glomerata (Guaco)
Ginkgo biloba (Ginkgo)
Cynara scolymus (Alcachofra)
Cassia angustifolia, Cassia senna e Senna alexandrina (Sene)
Valeriana officinalis (Valeriana)
Passiflora incarnata (Maracujá)
Peumus boldus (Boldo)
Maytenus ilicifolia (Espinheira-Santa)
Panax ginseng (Ginseng)
Plantago psyllium (Psílio)
Hypericum perforatum (Hipérico)
Glycine max (Soja)
Harpagophytum procumbens (Garra do diabo)
Rhamnus purshiana (Cáscara sagrada)

ENTENDA AS DIFERENÇAS

Medicamentos fitoterápicos:

- feitos à base de plantas;
- testados em laboratórios;
- com adição de produto sintético.

Produtos fitoterápicos:

- usados pela população há mais de 30 anos;
- exemplo: alho e gengibre, que são anti-inflamatórios;
- sem adição de produtos químicos;
- não foram avaliados em laboratórios;
- podem ser vendidos desidratados ou em pó;

- encontrados sem adição de nenhuma química.

Fonte:http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2014/05/anvisa-reconhece-que-existem-beneficios-em-produtos-fitoterapicos.html

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …