Pular para o conteúdo principal

SUPLEMENTOS PARA GANHAR MASSA MUSCULAR AJUDAM A EMAGRECER

Suplementos para ganhar massa muscular ajudam a emagrecer title=

Suplementos para ganhar massa muscular ajudam a emagrecer

Conheça as diferentes proteínas em pó 


As mulheres que querem emagrecer e estão em busca de um corpo mais definido têm uma grande aliada: a proteína em pó. Quando associada a uma alimentação balanceada e algum esforço na academia, a suplementação com proteína traz ótimos resultados.


A proteína em pó contém todos os aminoácidos essenciais e supre rapidamente as carências do organismo, contribuindo para a síntese de proteína muscular e favorecendo a hipertrofia, ou seja, a definição muscular. “O uso da proteína em pó é interessante para as mulheres que praticam atividades físicas regulares com uma intensidade entre moderada e alta, com o intuito de acelerar o ganho de massa magra”, explica a nutricionista da Clínica Super Healthy, Paola Moreira.
Para ganhar e manter a massa magra, o corpo passa a gastar mais energia: o metabolismo aumenta e a quantidade de calorias queimadas, mesmo no repouso,pé maior. Isso significa que a musculação é fundamental para quem quer emagrecer.
A nutricionista também explica que a proteína em pó pode ser utilizada em alguns casos específicos, como, por exemplo, quando a mulher não consome o nutriente em quantidades suficientes para atender às suas necessidades. Nestes casos, uma dieta rica em proteínas pode ser de grande ajuda.

Suplementos para ganhar massa muscular

Saiba quais são as diferenças entre as proteínas disponíveis no mercado.

Whey Protein isolado 

Crédito: Shutterstock
Whey Protein hidrolisado oferece melhor digestibilidade do que os demais. Crédito:Shutterstock

Contém entre 90% ou mais de proteína. A maior parte destes suplementos é isento de gordura e carboidrato.

Whey Protein hidrolisado 

Neste suplemento, a cadeia de proteína está quebrada em frações menores, chamadas de peptídeos. Fornece alta quantidade de proteína, porém com melhor digestibilidade e com risco muito baixo de desencadear qualquer reação de incompatibilidade alimentar (reação adversa após o consumo).

Whey Protein concentrado

Possui entre 30% a 90% de proteína, mas apresenta quantidades consideráveis de gorduras e carboidratos.

Albumina 

Proteína presente em altas concentrações na clara do ovo.

Caseína

É obtida do leite de vaca, mas por possuir quantidade limitada de aminoácidos, não apresenta a mesma qualidade proteica (nutricional) presente no Whey.

Proteína da soja 

Crédito: Shutterstock
Proteínas em pó são contraindicados apenas para quem sofre de doenças como hepática e renal. Crédito: Shutterstock
Contém todos os aminoácidos essenciais.

Suplementos de proteína: contraindicações

“As contraindicações estão relacionadas a alguma reação que a pessoa possa ter em relação ao alimento de origem do suplemento, ou seja, casos específicos de alergia ou incompatibilidade alimentar”, explica Paola.
Desta forma, quem tem problemas com o ovo, deve evitar a albumina. Já para os intolerantes à lactose, que não devem usar a caseína, a melhor opção é o Whey Protein hidrolisado. O consumo do suplemento só é vetado em casos em que a ingestão de proteínas é restrita, como em algumas doenças renais e hepáticas.

Barras de proteína para os lanches intermediários

A nutricionista alerta que além de proteínas, as barrinhas podem conter uma quantidade considerável de carboidrato e lipídeos. “Por isso, é essencial verificar no rótulo a lista de ingredientes, que está descrita em ordem decrescente, ou seja, do item que está presente em maior quantidade para o que aparece em menor quantidade. Na tabela nutricionista também é possível verificar o valor da proteína”, recomenda.
Shutterstock
Acrescentar a proteína em shakes é uma sugestão de consumo. Crédito: Shutterstock

Para repor proteína após o exercício físico e evitar que haja catabolismo (quebra de massa magra), o mais indicado é a proteína em pó. “As barrinhas, quando apresentam uma boa composição nutricional, podem ser incluídas na alimentação no momento de um lanchinho intermediário às grandes refeições”, indica a especialista.

Como tomar Whey Protein

O mais indicado, segundo a nutricionista, é misturar o pó na água, contudo, cada pessoa tem necessidades energéticas específicas, que só podem ser supridas por uma dieta indicada por um profissional da nutrição.
Para quem quer ganhar massa muscular, ela indica um shake de Whey Protein com banana. “Cada pessoa terá um resultado otimizado se respeitarmos sua individualidade bioquímica, além de particularidades do treino e do consumo alimentar habitual”, finaliza.



Fonte:http://www.bolsademulher.com/corpo/suplementos-para-ganhar-massa-muscular-ajudam-a-emagrecer/



Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …