Pular para o conteúdo principal

ADOÇANTES SINTÉTICOS E SAÚDE



Adoçantes sintéticos e a saúde

Lista dos piores adoçantes sintéticos e mais …”

1º lugar: Refrigerante, Refrigerante Diet, Sucos na embalagem, pó cristalizado para fazer sucos e qualquer bebida industrializada adoçada por adoçantes sintéticos e não orgânicos


De acordo com uma pesquisa do Dr. Joseph Mercola (www.mercola.com), uma lata de refrigerante possui em média 10 colheres de chá de açúcar sintético, 150 calorias, entre 30 e 55 mg de cafeína, além de estar repleta de corantes artificiais e sulfitos. Além disso, essa bebida é extremamente ácida, sendo necessários 30 copos de água para neutralizar essa acidez, que pode ser muito perigosa para os rins. 


Para completar, os ossos funcionam como uma reserva de minerais, como o cálcio, que são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez causada pelo refrigerante, enfraquecendo os ossos e podendo levar a doenças como osteoporose, obesidade, cáries e doenças cardíacas.


É o pior alimento de todos os tempos. Além de possuir todos os problemas dos refrigerantes tradicionais, eles são adoçados pelo ASPARTAME que fabrica Metanol no estômago e que depois da origem ao formaldeído.


 De acordo com uma pesquisa de Lynne Melcombe, essa substância está relacionada a uma lista de doenças, como ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, defeitos de nascimento, cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão, tonturas, epilepsia, fadiga, dores de cabeça e 

enxaquecas, perda auditiva, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, problemas reprodutivos, Autismo, doença de Alzheimer, síndrome de fadiga crônica, esclerose múltipla.


LISTA DOS PRINCIPAIS ADOÇANTES ARTIFICIAIS (LEIA O

S RÓTULOS)


• Sacarina: substância artificial derivada do petróleo descoberta em 1879, é cerca de 200 vezes mais doce que a sacarose.
• Ciclamato de sódio: descoberto em 1937, é cerca de 30 vezes mais doce que a sacarose.
• “Aspartame” ou também agora chamado de ‘AminoSweet’: descoberto em 1965 no japão, foi patenteado pela empresa AJINOMOTO.

 Hoje com pesquisas científicas comprovadas, o aspartame provoca Esclerose Múltipla por causa do Metanol e Formaldeído que suas reações provocam no estomago e na periferia dos vasos da cabeça. Além das bebidas, o aspartame também é aplicado na fabricação de outros 6 mil produtos, aproximadamente, incluindo gomas de mascar, pós para sobremesas, recheios, iogurtes, adoçantes de mesa, e alguns fármacos como vitaminas e pastilhas.


• Neotame: é o mais potente de todos os adoçantes artificiais, cerca de 8 mil vezes mais doce que a sacarose. Diversos estudos realizados em vários países demonstram uma série de problemas associados ao uso contínuo do adoçante sintético.


• Açúcar invertido: Quando o açúcar é aquecido ou exposto à ação de ácidos fracos ou da enzima invertase, ocorre uma mudança na forma estrutural de suas moléculas. Há uma inversão da sua característica original, originando-se o açúcar invertido.


 Este apresenta-se, geralmente, na forma de xarope, que impede a formação de cristais. Os ácidos usados para produzir açúcar invertido são suco de limão e de outras frutas, vinagre e cremor tártaro, cuja ação é acelerada pela fervura. A inversão continua mesmo depois que a mistura esfria. A invertase também pode ser usada para produzir açúcar invertido a partir da sacarose, porém não quando a solução será cozida, pois o calor inativa a enzima.


coca

Como as pessoas que não tem o conhecimento das trocas que se pode fazer a favor de uma alimentação mais saudável, agiriam, provavelmente com pessimismo diante de tantas coisas que se comportam como  ‘veneno’ nos dias de hoje, e com a famosa frase: “Ah se eu for pensar nisso não como mais nada”.
Mas não se deixe contaminar pelo pessimismo, aqui vão algumas dicas e conselhos para que fique sempre alerta.

10º lugar: Sorvete
Apesar de existirem versões mais saudáveis que os tradicionais sorvetes industrializados, esse alimento geralmente possui altos níveis de açúcar e , gorduras trans além de corantes e de saborizantes artificiais, muitos dos quais possuem neurotoxinas – substâncias químicas que podem causar danos no cérebro e no sistema nervoso.
Solução: Pois bem, que tal um delicioso sorvete caseiro feito de inhame? Isso mesmo Inhame, dá a consistência perfeita, a liga, não tem sabor, portanto se harmoniza muito facilmente. Além disso, tem grandes propriedades nutricionais. Vale a pena experimentar, é muito fácil de fazer!
Sorvete de Inhame, ingredientes:
• 500gr de inhame cozido e descascado
• 01 lata de leite condensado e 01 colher de farinha de arroaz
• 01 garrafinha de leite de coco com 1 colher de maizena dissolvida
• 01 colher de chá de baunilha
• Modo de Preparar:
• Bater tudo no liquidificador, a base do sorvete está pronta.
Colocando o sabor:
Baunilha: Acrescente no liquidificador 1 colher de café de baunilha
Chocolate: Acrescente no liquidificador 2 colheres de sopa de cacau em pó. Se quiser fazer o gênero Chocolate Chique, coloque amêndoas picadinhas , nozes, pedacinhos de chocolate amargo, ou o que preferir.
Frutas: acrescente à mistura do liquidificador 1 copo do suco da fruta de sua preferência.
sorvete 2
9º lugar: Salgadinho de milho
Desde o surgimento dos alimentos transgênicos, a maior parte do milho que comemos é um “Frankenfood”, ou “comida Frankenstein”. Esse alimento pode causar flutuação dos níveis de açúcar no sangue, levando a mudanças no humor ganho de peso e irritabilidade, entre outros sintomas. Além disso, a maior parte desses salgadinhos é frita em óleo, que vira ranço e está ligado a processos inflamatórios.
Solução: É verdade o milho está quase todo transgênico, mas ainda temos a pipoca orgânica. Promova uma deliciosa rodada de pipoca de verdade, aquela da panela que faz barulho e convide a criançada para participar. Garanto que os salgadinhos serão esquecidos, pois o cheirinho e o carinho são muito mais irresistíveis.
salgadinho
8º lugar: Pizza
Nem todas as pizzas são ruins para a saúde, mas a maioria das que são vendidascongeladas em supermercados está cheia de condicionadores de massa artificiais e conservantes. Feitas com farinha branca, essas pizzas são absorvidas pelo organismo e transformadas em açúcar puro, causando aumento de peso e desequilíbrio dos níveis de glicose no sangue.

Solução: Pizza congelada,ninguém merece. Peça uma quentinha na pizzaria mais próxima (é menos prejudicial e bem mais gostosa) ou faça a sua própria massa e chame todo mundo para colocar o recheio favorito.
Aproveite e desvende novos sabores, tenha várias cumbucas com ingredientes diferentes: mussarela ralada, azeitonas pretas picadas, alho poro refogado, cogumelos no azeite, muito tomate orgânico temperado por você, folhinhas de rúcula e manjericão, ricota temperada, mussarela de búfala, e tudo o mais que a sua imaginação for capaz de criar. Aproveite e faça algumas doces: bananas ou maçãs cozidas com açúcar ORGÂNICO e canela, brigadeiro, goiabada e queijo branco.
pizza
7º lugar: Batatas fritas e salgadinhos de batatas
Contêm não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doenças, mas também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas.

Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se torna rançoso na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo e agravar problemas cardíacos, câncer e artrite.
Solução:. Já que as crianças amam batatas fritas porque não usar batatas orgânicas fritas em óleo de girassol, feitas em casa?

Conhecem as falsas batatas fritas? Aí vai a receita: Cozinhar ligeiramente as batatas cortadas em cubinhos, escorrer, salpicar sal marinho e jogá-las em óleo bem quente apenas para dourar. Pode ser feito com mandioquinha e mandioca também. É fritura, sim, mas bem menos perversa.
batata 2
6º lugar: Bacon, mortadela, salames, presunto
O consumo diário dessas carnes processadas, como bacon, mortadela e presunto, pode aumentar o risco de doenças cardíacas em 42% e de diabetes em 19%. Um estudo da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, descobriu ainda que comer 14 porções detes produtos por mês pode danificar a função pulmonar e aumentar o risco de doenças ligadas aos pulmões.
bacon
5º lugar: Cachorro-quente
Um estudo da Universidade do Havaí, nos EUA, mostrou que o consumo de cachorros-quentes e outras carnes processadas e/ou defumadas pode aumentar o risco de câncer de pâncreas em 67%. Um ingrediente encontrado tanto no cachorro-quente quanto no bacon é o nitrito de sódio, uma substância cancerígena relacionada a doenças como leucemia em crianças e tumores cerebrais em bebês. Outros estudos apontam que a substância pode desencadear câncer colorretal.
(Opte em ser vegetariano e coma o máximo de alimentos FRESCOS, LAVADOS E CRUS)
Solução para o 6º e 5º lugares: As carnes em geral são repletas de promotores de aumento de pêso, às processadas ainda se acrescentam os aditivos químicos. Troque tudo isso por um lindo pão caseiro feito com linhaça e gergelim, aberto ao meio, coloque um suflê de couve-flor feito na manteiga ou Ghee (manteiga clarificada) + creme de leite, ou rodelas de tomate temperado com azeite extra virgem, sal marinho e orégano junto com fatias de mussarela ou queijo branco. Leve ao forno para tostar levemente. Pode acrescentar 1 ou 2 folhas de alface após o forno. Coloque num prato bem bonito. Duvido que alguém reclame.
cachorro quente
4º lugar: Glúten
“O glúten nada mais é do que uma proteína de tamanho grande, formada por duas proteínas menores chamadas gliadina e glutenina. Ele é encontrado junto ao amido, em cereais como trigo, aveia, centeio, cevada, triticale e malte”, “Todos os alimentos derivados desses grãos, como farinha de trigo, cerveja e uísque, também possuem glúten em sua composição”, completa. Essa substância possui diferentes finalidades na produção dos alimentos. No processo de fermentação do pão, por exemplo, o glúten contido na farinha de trigo é responsável pela permanência dos gases no interior da massa, fazendo com que o pão aumente de volume e não diminua após esfriar. O sintoma mais clássico de doenças relacionadas ao glúten são reportados na ‘sindrome do intestino irritável. Tem a doença celíaca também.  Uma pessoa diagnosticada com doença celíaca não pode comer nenhum tipo de alimento que contenha glúten apresentando uma diarréia crônica, causada pelainflamação no intestino delgado, que passa a apresentar falhas na absorção dos nutrientes.“Além disso, os celíacos podem apresentar déficit no crescimento, atraso menstrual, esterilidade, aftas recorrentes e dificuldades para tratar anemia, já que o intestino não consegue absorver o ferro”. Não há cura para essa doença, mas procurar um médico que indique uma dieta sem glúten é o melhor tratamento. É bem provável que o médico indique alimentos que possam ser usados como substitutos do glúten. “Opções feitas com farinha de arroz, fécula de batata, quinua, milho e mandioca são ótimas alternativas. Esses alimentos são muito ricos em fibras e proteínas”.
Leia mais aqui: https://greateacher.wordpress.com/sindromedointestinoirritavel/
pao
3º lugar: Margarinas e Gordura Trans
gordura trans é um tipo específico de gordura, formado por um processo químico que pode ser:
• natural: quando ocorre no estômago de animais;
• industrial: quando óleos vegetais líquidos são transformados em gorduras sólidas com a adição de hidrogênio.
O nome trans é um diminutivo de transverso – ou, mais especificamente, de ácido graxo transverso. A substância é largamente utilizada pela indústria para melhorar o aspecto e a consistência dos alimentos e aumentar sua durabilidade. Mas, encontrada em pouca quantidade na natureza, não é bem digerida pelo organismo. “A verdade é que não fomos preparados para ingerir a gordura trans. Parece haver uma incapacidade do organismo em eliminá-la e ela ficará depositada no corpo. E não existe nenhum alimento que, quando ingerido, combata a trans ou minimize seus efeitos no organismo; portanto, o melhor é passar bem longe dela.
• Sempre suspeite destes alimentos: alimentos de fast-food
• biscoitos (todos, incluindo os tipo de água e sal)
• margarina (as mais duras e amareladas)
• maionese
• pipoca de microondas
• massas folhadas
• bolo industrializado
• sorvete de massa
• batata frita e outras frituras
• salgadinhos de pacote
• sopas e cremes industrializados
• pratos congelados
• chocolate em barra e bombons
Se você encontrar, no rótulo de algum produto, a indicação de gordura hidrogenada ou parcialmente hidrogenada, óleo vegetal hidrogenado ou parcialmente hidrogenado, certamente há gordura trans em sua composição. “Quando não tem trans, o fabricante faz questão de avisar: 0% gordura trans.”
“Um processo chamado ‘interesterificação’ solidifica os óleos vegetais, sem que eles tenham que ser hidrogenados. Porém, ainda são poucos os alimentos produzidos por esse processo”. Alguns ácidos graxos extraídos do óleo de palma também são bons substitutos da trans.
margarina
2º Glutamato Monossódico
Um silencioso e difundido assassino que é pior à sua saúde que álcool, nicotina e muitas outras drogas está provavelmente escondido em seu armário de cozinha neste exato momento na forma de pós ou cubinhos de tempero. [1]. “Ele” é o glutamato monossódico ou GMS (MSG, Monossodium Glutamate do nome original em inglês), um realçador de sabor que é conhecido amplamente como um aditivo na comida chinesa, mas que na verdade é adicionado a milhares de alimentos. NUNCA DÊ ISSO PARA SEU FILHO, POIS ELE DANIFICA O TECIDO CEREBRAL E É CONSIDERADO UM POTENTE ACELERADOR DA FALTA DE MEMÓRIA, FOG MENTAL, FADIGA E ALZHEIMER (faz pequenos buraquinhos no cérebro com a diminuição de neurônios)
Glutamato monossódico é um dos piores aditivos alimentares no mercado e é usado em sopas enlatadas, biscoitos, carnes, saladas, refeições congeladas e muito mais. É encontrado em restaurantes e supermercados locais, na lanchonete da escola das crianças, e incrivelmente, mesmo na comida de bebê e em fórmulas infantis.
O glutamato foi inventado em 1908. O inventor foi Kikunae Ikeda, um japonês que identificou a substância natural que incrementava o sabor. Ele e seu parceiro criaram a Ajinomoto, que é hoje o maior produtor deste produto (e, interessante, também um produtor de remédios).

ajinomoto

Se você tiver alguma doença auto-imune leia esta matéria pois é de interesse de todos conhecer sobre o assunto:

 

https://greateacher.wordpress.com/

Mais:

Sobre problemas intestinais:https://greateacher.wordpress.com/sindromedointestinoirritavel/
Parasitas das doenças auto-imunes :https://greateacher.wordpress.com/parasitas-das-doencas-auto-imunes/
De onde vem a vitamina D? :https://greateacher.wordpress.com/de-onde-vem-a-vitamina-d/
Vitamina D: https://greateacher.wordpress.com/vitamina-d/

Fonte:http://dharmadhannyael.blogspot.com.br/2015/05/adocantes-sinteticos-e-saude.html?

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …