Pular para o conteúdo principal

GURU DA BOA FORMA,FLÁVIO SETTANNI,EXPLICA DIETA POUCO ORTODOXA,QUE LIBERA CERVEJA E PASTA DE AMENDOIM

 (Foto: (Steven Meisel))

(Foto: Steven Meisel/ Vogue Italia)

Guru da boa forma explica dieta pouco ortodoxa, que libera cerveja e pasta de amendoim

“Não é pra ser gostoso, é pra ser eficiente" é o lema de Flávio Settanni, preparador físico que já trabalhou com Luciana Gimenez

26/08/2013 - 08h39 - Atualizado 13h48 

 O corpão de Luciana Gimenez é prova de que o curioso método do preparador físico Flávio Settanni tem resultado. Defensor de um cardápio polêmico que inclui cerveja e pasta de amendoim e deixa de lado excesso de frutas e frango, o profissional explica como essa dieta pode turbinar a musculação e te ajudar a emagrecer. “Se mantiver a frequência de três ou quatro vezes por semana, fizer do jeito adequado e levar a sério o regime, em três meses o corpo muda”, avisa. Preparada para resultados rápidos de treino? Anote as dicas a seguir.

“Não é pra ser gostoso, é pra ser eficiente”, diz o mantra de Flávio, sobre a alimentação. Para acelerar a resposta do corpo aos treinos, ele advoga um menu cujos lanches da manhã ou da tarde, por exemplo, se resumem a uma colher de sopa de manteiga de amendoim sem açúcar ou pasta de grão de bico – e sem nada para acompanhar. “As barrinhas de proteína são saudáveis, mas precisam de muito tempo pra funcionar. Mulher come muito menos carboidratos do que deveria e ainda come errado, um monte de arroz, pão, fruta. Não estou falando que não é pra comer isso, mas que só comer isso é um desastre. Não é o carboidrato certo então não é pra ser a base da dieta”, define o professor, que recomenda aveia, batata doce, feijão, lentilha e o próprio arroz integral como substituições. “Não pode ser daqueles de supermercado, tem que ser os com casquinha mesmo, das lojas de produtos naturais. Senão funciona como arroz branco, que no corpo humano tem o mesmo efeito de açúcar refinado: aumenta o pico de insulina”, explica.

No quesito carnes, a indicação também vai na contramão de muitos colegas nutricionistas: ele aconselha um cardápio dividido entre vermelhas e peixes, mas nada de frango. “Tem proteína e nada mais, é pobre em nutrientes. Divida-se entre carne vermelha, que tem creatina, ferro e vitamina B12, e peixes, que têm ômega 3, óleos essenciais e microproteínas”. Para as carnívoras de plantão, mais um alento vindo do professor: “100g de picanha ou de um inocente queijo branco têm 19g de gorduras totais, com a diferença de que é possível retirar grande parte da gordura da picanha antes de comer. Como as duas fornecem proteínas, é melhor escolher a picanha do que o queijo do ponto de vista calórico”, aconselha.

Se a picanha está liberada, o que dizer da cerveja? Para ele, problema nenhum. “Um estudo mostrou que, depois de 1 hora de treino intenso, 500ml de cerveja tem maior poder de hidratação imediata do que água ou isotônico, isso porque a cerveja tem um carboidrato que acelera a hidratação das células, permite que a água entre mais facilmente”, diz o treinador, que ressalta que essas não podem ser desculpas para mandar exagerar na bebida durante aquele churrasco. “Não é para beber todo dia, mas é comprovado”.

Acerte no exercício

As dicas pouco ortodoxas de Settanni, no entanto, só fazem sentido quando aliadas a um treino eficiente. Para isso, é preciso entender o papel da musculação na busca por um corpo novo: o exercício com peso tem dois objetivos e ambos ajudam a perder peso, a diferença é que um deles permite queimar calorias até mesmo sem fazer nada. “Queimar calorias em repouso não é treinar mais, mas sim ensinar o músculo a criar memória para queimar sozinho, sem estímulo. Ganhar massa magra faz isso. Seu metabolismo queimará 80 calorias a mais por dia só para manter o ganho de um quilo de músculo”, explica. Para aumentar seu metabolismo basal, as séries precisam ser pesadas e o número de repetições menor, entre 8 e 12 para cada exercício. Se as séries foram feitas com até 20 repetições em peso leve, o efeito será de condicionamento físico. “Como um exercício aeróbico, é um treino de intensidade e queima calorias só na hora da atividade, não depois”, diz o professor.

Mas atenção que é preciso pegar pesado. “Treinar musculação abaixo de 40% da carga máxima que você consegue fazer em uma única repetição tem, em seus músculos, o mesmo efeito que assistir à televisão. Ou seja, nenhum”. Explica-se: se você é capaz de fazer um único agachamento com 100 quilos, treinar o mesmo exercício com menos de 40 quilos não terá efeito algum na sua musculatura. E é por esse exato motivo que as clássicas aulas de ginástica “local”, feitas com caneleiras e elásticos, segundo Flávio não servem para nada. “São equipamentos para reabilitação de lesões e não para treinamento estético por causa do princípio da sobrecarga. Abaixo de 40% do seu máximo não adianta nada e fazer com peso muito alto pode ser perigoso por causa de lesões na coluna”, alerta. Uma substituição é a chamada “passada”, em que a mulher segura pesinhos na mão (entre 6 e 15 quilos em cada uma) e faz 3 séries de 24 passos. “É ótimo para pernas e glúteos”, indica.

A máxima de fazer pouco e bem feito também vale para os abdominais: “se alguém diz que faz mil em um dia com certeza está fazendo errado. É um exercício muito técnico, então melhor fazer cem muito difíceis do que mais repetições de modo mais fácil”, enumera Flávio, que recomenda três ou quatro séries de 15/20 repetições. “E quando o tradicional ficar fácil mude para um mais difícil, usando uma bola ou na máquina”, aconselha. (VICTORIA MARCHESI)
 (Foto: (Terry Richardson/ Vogue Paris))

Postagens mais visitadas deste blog

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …