Pular para o conteúdo principal

FERMENTO DE ARROZ VERMELHO PARA CONTROLE DO COLESTEROL - "MONALESS"






Fitoterápico para Colesterol


Fitoterápico para Colesterol


O periódico científico Annals of Internal Medicine acaba de publicar os resultados de uma pesquisa recentemente feita sobre o uso de um fitoterápico para colesterol onde foi comprovado não somente que este é capaz de fazer com que o colesterol seja reduzido como também que ele não provoca as dores musculares características do uso de estatinas em muitos pacientes cujo organismo não aceita bem este medicamento. Hoje sabemos que as estatinas são os remédios com Ação mais eficaz quando se trata da redução dos níveis de colesterol, mas também é sabido que em torno de 10% destas pessoas não toleram bem esse tipo de medicamento e tem casos que mesmo se tratando de um Paciente de Muita Fé e coragem, se torna impossível manter o tratamento devido à grande fraqueza e dor muscular que os remédios provocam por isso um fitoterápico para colesterol chega à boa hora.
Fitoterápico para Colesterol
Fitoterápico para Colesterol
As noticias que nos chegam são de que esta novidade está relacionada ao fermento de arroz vermelho e na verdade este se trata de um suplemento dietético que há vários séculos é usado na China e, portanto a comprovação da redução dos altos níveis de colesterol com seu uso, já foram testados a muito no dia a dia dos chineses. Independente dos diferentes Pontos de Vista a respeito da eficiência dos medicamentos fitoterápicos para colesterol ou qualquer outra doença, esta poderia ser uma alternativa para aqueles pacientes que não conseguem suportar os efeitos colaterais causados pelas estatinas, muito embora precisem baixar os níveis de colesterol no sangue.
Dieta Colesterol
Dieta Colesterol
Dieta Colesterol
Muitas são as pessoas que fazem Dietas para Emagrecer pensando em resolver o problema do colesterol, Não Esqueça que isto ajuda, mas nem sempre resolve, pois a Obesidade é um fator de risco, mas não é fator determinante para se ter colesterol alto. O fitoterápico para colesterol tem como princípios ativos formas naturais de estatinas e na teoria poderia ter os mesmos efeitos colaterais, mas isto não acontece. Pesquisadores depois de um Trabalho Duro complementaram os estudos com testes em 62 pacientes onde metade recebeu cápsulas de placebo enquanto a outra metade tomou cápsulas de fermento de arroz vermelho, o fitoterápico para colesterol.
Chá Fitoterápico
Chá Fitoterápico
Chá Fitoterápico
Os resultados foram animadores na medida em que quem tomou placebo não apresentou efeitos colaterais e mantiveram o colesterol em alta, porém os que tomaram as cápsulas do fitoterápico para colesterol além de baixarem as taxas do colesterol total e do LDL que é o colesterol ruim, não tiverem nenhum efeito colateral. O resultado desta pesquisa ainda não é definitivo, mas é uma Bela Tentativa além de muito promissora, pois os altos níveis de colesterol se constituem em sérios problemas a Saúde uma vez que responde por grande parte dos infartos e derrames e o fermento de arroz vermelho vem como fitoterápico para colesterol para auxiliar no tratamento de quem não suporta os remédios convencionais.


Controle do Colesterol (Fermento de arroz vermelho)1200 mg/120 cápsulas



Detalhes

Fermento de arroz vermelho
Colesterol elevado,Triglicérides,edução no nível de colesterol LDL
A grande novidade para o controle do colesterol chama-se Fermento de Arroz 

Descrição rápida:

Fermento Vermelho,também conhecido como:Red Yeast Rice.
Esta levedura é usada há séculos na Ásia.
Seu nome cientifico é:  Monascus Purpureus.
Estudos recentes apontam para o fermento de arroz vermelho como o único suplemento natural que combate o Colesterol de uma forma muito similar às conhecidas estatinas, presentes em medicamentos.
O uso da suplementação da levedura de arroz vermelho reduz o colesterol total, LDL, e triglicérides em pacientes com níveis elevados de lipídios no sangue.
 Um recente estudo examinou o extrato de levedura do arroz vermelho numa dosagem 600 mg duas vezes ao dia durante 8 semanas em 79 pacientes com colesterol elevado. Os resultados mostraram que pacientes que usaram a levedura do arroz vermelho mostraram significativa melhoria comparando com o grupo que usou placebo na relação do colesterol HDL/LDL, e uma redução no nível de colesterol LDL, e na relação colesterol/HDL e colesterol total.
 O produto do arroz fermentado é também usado pela tradicional medicina Chinesa para melhorar a digestão alimentar e a circulação sangüínea. Componentes isolados do Monascus também exercem diversas atividades biológicas, como proteção ao fígado e atividades antitumorais.
Os elevados níveis de colesterol são responsáveis por boa parte dos casos de infarto do coração e derrame cerebral e o fermento de arroz vermelho parece ser uma boa alternativa para quem não tolera os efeitos colaterais das estatinas.
Uso sugerido:
Tomar 2 cápsulas duas vezes por dia após as refeições. Total de até 4 cápsulas ao dia.
Informações Nutricionais:
Porção: 2 cápsulas
Dose  para 30 dias
 Quantidade por dose% Valor Diário
Red Yeast Rice,  (a partir da fermentação tradicional de Monascus Purpureus Went)1200 mg*

 HPF Red Yeast Rice Proprietary.

MONALESS
Monaless

Identificação do Produto - MONALESS
Monaless

Oryza sativa fermentado por Monascus purpureus

MEDICAMENTO FITOTERÁPICO

Formas farmacêuticas e apresentações - MONALESS

Cápsulas embalagem com 30 e 60 cápsulas.

USO ORAL

USO ADULTO

Composição - MONALESS

Cada cápsula contém:

Extrato Seco de Oryza sativa fermentado por Monascus purpureus.. 600mg

Excipientes: óleo de soja, lecitina de soja, cera branca, óleo vegetal parcialmente hidrogenado, simeticone, gelatina, glicerina, corante vermelho amaranto FD&C nº 2, corante azul brilhante FD&C nº 1 e suspensão de dióxido de titânio 1:2.

Cada cápsula, contendo 600mg de Extrato Seco de Oryza sativa fermentado por Monascus purpureus, apresenta 0,4 a 0,6% de monacolin K.

Nomenclatura botânica: Monascus purpureus

Nome popular: red yeast rice

Família: Monascaceae

Nomenclatura botânica: Oryza sativa

Nome popular: arroz

Família: Poaceae

Informação ao Paciente - MONALESS

Como este medicamento funciona?

Este medicamento é constituído por um produto derivado do arroz (Oryza sativa) contendo substâncias que reduzem a produção de colesterol1 total, LDL2- colesterol1 e triglicérides3, diminuindo sua concentração no sangue4.

Para que este medicamento é indicado?

Indicado como adjunto à dieta para o tratamento de pacientes com níveis moderados de colesterol1 total (200- 240mg/dl). Deve ser usado associadamente a uma dieta restrita em gorduras saturadas5 e colesterol1 quando a resposta à dieta e outras medidas não-farmacológicas de forma isolada mostrarem-se inadequadas.

Quando não devo usar este medicamento?

Contra- indicações, advertências e precauções: para segurança do paciente seu uso não é recomendado durante a gravidez6 e a lactação7, em casos de doenças hepáticas e renais graves ou quando há aumento inexplicável dos testes de função hepática e em casos de alergia8 aos componentes da fórmula. Não deve ser utilizado em crianças e em mulheres em idade fértil que não estejam utilizando medidas contraceptivas eficazes.

Deve ser utilizado com precaução, seguindo as determinações do médico, em pacientes que consomem quantidades substanciais de álcool e/ou apresentam histórico de doença hepática. A terapia deverá ser descontinuada se ocorrerem dor muscular, acompanhadas ou não de febre9 ou mal- estar e também se ocorrerem alterações nas funções hepáticas.

Ingestão juntamente com outras substâncias: O médico deve ter conhecimento da medicação que o paciente estiver tomando.

Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Gravidez6 e lactação7: este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou durante a lactação7. Informe ao seu médico se ocorrer gravidez6 ou iniciar amamentação10 durante o uso deste medicamento.

Este medicamento é contra- indicado para a faixa etária pediátrica (crianças).

Informe ao médico o aparecimento de reações indesejáveis.

Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para sua saúde.

Como devo usar este medicamento?

Uso oral. Deve ser administrado preferencialmente com as refeições. Antes da utilização, verificar se há antecedentes alérgicos, especialmente aos componentes da formulação.

O paciente deverá ser submetido a uma dieta redutora de colesterol1 antes de iniciar o tratamento, que deverá ser mantida durante o tratamento.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.

Quais os males que este medicamento pode causar?

Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis como erupções cutâneas, distúrbios gastrintestinais ou dores- de-cabeça. Se ocorrerem sensações ou sintomas11 desagradáveis, especialmente dor muscular, acompanhadas ou não de febre9 ou mal-estar, o médico deve ser avisado imediatamente. Nos primeiros sinais12 de reação de hipersensibilidade (erupção cutânea), o medicamento não deve ser tomado novamente.

Caso você observe qualquer efeito colateral13 que não esteja listado nesta bula, informe seu médico ou farmacêutico.

ATENÇÃO: este é um medicamento novo e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis para comercialização, efeitos indesejáveis e não conhecidos podem ocorrer. Neste caso, informe seu médico.

O que fazer se alguém usar uma grande quantidade deste medicamento de uma só vez?

Não foram relatados sintomas11 de superdose, até o momento. Caso ocorrer ingestão acidental de doses muito acima das recomendadas, sugere- se adotar as medidas habituais de controle das funções vitais.

Onde e como devo guardar este medicamento?

Conservar em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30°C).

Proteger da luz e umidade.

O prazo de validade é de 24 meses e está indicado na embalagem externa do produto.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Informações de Rodapé - MONALESS

Registro M.S.: 1.0155.0238

Farmacêutica responsável: Regina Helena Vieira de Souza CRF- SP nº 6394

MARJAN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. CNPJ Nº 60.726.692/0001- 81

Rua Gibraltar, 165 - Sto. Amaro SP/SP CEP 04755-070

SAC: 0800554545

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Postagens mais visitadas deste blog

TIPOS DE SAIS USADOS NA CULINÁRIA E SUAS PROPRIEDADES

Tipos de Sais e suas Diferenças
Nós sabemos que o sal é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, todos precisam de sal para viver, mas é preciso muito cuidado no consumo do sal. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares. Existem alguns tipos de sal e acredite, muitos podem substituir o sal de mesa refinado, o vilão desta história toda! Saiba das diferenças. Sal refinado ou de mesa: É o mais comum e o mais usado no preparo de alimentos. É dissolvido e recristalizado a temperatura e pressão controladas em instalações industriais. De acordo com as leis brasileiras, o sal de cozinha deve ser acrescido de iodo para se evitar o bócio. Light: o sal light foi criado para diminuir a quantidade de sódio consumido, já que este mineral adere à parede das artérias, contribuindo para elevar a pressão sanguínea. O sal light possui menos da metade de sódio encontrada no sal branco refinado. No entanto, o sabor é um pouco amargo. Flor de …

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…

O QUE SÃO BIOFLAVONÓIDES ?

São pigmentos vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas, frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos – flavonas, flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.      Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas. Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível identificar sintomas típicos para sua deficiência – razões alegadas pelo FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a sua prescrição médica. Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides com a vitamina C – …