Pular para o conteúdo principal

CASTANHA DO PARÁ : BENEFÍCIOS NUTRICIONAIS E MEDICINAIS SURPREENDENTES

Imagem relacionada


Castanha do Pará: benefícios nutricionais e medicinais surpreendentes


As Castanhas do Pará além de saborosas, são muito nutritivas e possuem diversos benefícios para a saúde por ser fonte de nutrientes essenciais ao bom funcionamento do corpo.
Conheça alguns desses benefícios agora, e turbine seu cardápio com essa castanha poderosa, que pode e deve ser consumida entre as refeições como uma opção gostosa, prática e saudável de lanche, dá para colocar na bolsa e comer em qualquer lugar!

Modo de Usar : 2 unidades por dia.
  1. Protetora do Coração
Possui concentração de gorduras boas para o corpo, e por isso te auxilia no combate do colesterol alto e triglicérides, além disso estudos comprovam que quando consumida em pequenas porções diárias diminui o risco de infarto e AVC.
  1. Ajuda no Combate ao Câncer
Por ser rica em selênio e vitamina E, essa oleaginosa combate os radicais livres que são produzidos naturalmente pelo nosso corpo ao respirarmos, esses radicais livres contribuem para o envelhecimento e para o aparecimento de mutações genéticas nas células, esse processo é o que dá origem aos tumores.
  1. Ajuda a Emagrecer
Por ser muito nutritiva, a castanha ajuda a diminuir a fome, proporcionando sensação de saciedade prolongada. Além disso é uma ótima opção para quem treina logo pela manhã, ingerir uma unidade da castanha é o suficiente para lhe proporcionar energia durante os exercícios.

Benefícios da Castanha do Para

  1. Auxilia no processo de ganho de massa muscular
É rica em fibras, gorduras, e selênio, essas substâncias são essenciais para quem deseja ganhar massa muscular, mas é preciso usar essas castanhas com cuidado na quantidade, uma vez que tem grande quantidade de calorias, além de ser deliciosa.
  1. Boa para ossos
Além de ser fonte de cálcio, ela também é fonte de magnésio que trabalha na fixação de cálcio nos ossos, como a quantidade desses minerais é alta na castanha, ela ajuda a prevenir a osteoporose.
  1. Boa para o Cérebro
A castanha do Pará é rica em selênio, uma substância que age como protetora dos neurônios, que são as células nervosas, isso porque protege essas células de doenças degenerativas como o Alzheimer.
  1. Auxilia o funcionamento do intestino
O consumo regular dessa oleaginosa auxilia o bom funcionamento intestinal, melhora a absorção dos nutrientes, e tem efeito preventivo no caso de constipação intestinal, isso se dá por causa da quantidade de fibras existente na castanha, que é responsável também por aumentar a sensação de saciedade ao consumi-la.
  1. Poderosa contra o envelhecimento precoce
Essa castanha possui vitamina A e vitamina E, essas vitaminas são formadoras do colágeno que dá resistência e beleza a pele. Você pode usar também alguns óleos corporais feitos com castanha do Pará antes de dormir, sua pele ficará mais brilhosa e saudável.
  1. Evita o aparecimento de diabetes
Alguns estudos comprovam que uma alimentação rica em selênio é capaz de diminuir o risco do aparecimento de diabetes tipo 2. Além disso o magnésio atua no metabolismo da glicose. A castanha do Pará possui essas duas substâncias por isso se torna uma aliada a quem já possui casos de diabetes na família e quer se prevenir.
Agora que você já conhece alguns dos benefícios dessa oleaginosa, inclua ela no seu cardápio diário para aproveitar ao máximo seus benefícios. Lembre-se de não ultrapassar o limite de consumo de duas unidades ao dia.
Se você consumir mais do que duas unidades, você não estará oferecendo nenhum risco a sua saúde, uma vez que não existem contraindicações de consumo, mas por ser rica em calorias e gorduras boas, você deve equilibrar o consumo de castanha associado a outros alimentos saudáveis. Uma dieta equilibrada e exercícios físicos são a receita de saúde e jovialidade durante todas as fases da vida.

Redatora: Ana Carrera

Fonte:https://www.emagrecercomvidaesaude.com.br/castanha-do-para-beneficios-nutricionais-e-medicinais-surpreendentes/

Postagens mais visitadas deste blog

ALTERNATIVAS NATURAIS PARA DIMINUIR A LIPOPROTEÍNA 'A'

Comer peixe que tenha bastante ácidos graxos ômega-3 pode diminuir os níveis de lipoproteína (a)
O QUE É A LIPOPROTEÍNA 'A'
A lipoproteína (a) [Lp(a)] consiste numa partícula semelhante à LDL e a apolipoproteína específica (a) [apo(a)], que é covalente ligada à apoB da partícula semelhante à LDL. As concentrações plasmáticas de Lp(a) são altamente hereditárias e controladas principalmente pelo gene da apolipoproteína (a) [LPA] localizado no cromossoma 6q26-27. As proteínas apo(a) variam em tamanho devido a um polimorfismo de tamanho [KIV-2 VNTR], que é causado por um número variável de repetições kringle IV no gene LPA. Esta variação de tamanho ao nível do gene é também expressa ao nível da proteína, resultando em proteínas apo(a) com 10 a > 50 repetições kringle IV (cada variável do kringle IV consiste em 114 aminoácidos). Estes tamanhos variáveis ​​das apo(a) são conhecidos como "isoformas apo (a)". Existe uma correlação geral inversa entre o tamanho da isoforma a…

ALOE VERA : A MARAVILHA PROIBIDA

Aloe Vera: A Maravilha ProibidaAloe Vera é geralmente chamada de a planta milagrosa, a cura natural, dentre outros nomes que sobreviveram por 4.000 anos dentro dos quais essa planta tem beneficiado a humanidade. George Ebers em 1862 foi o primeiro a descobrir o uso da Aloe na antiguidade em um antigo manuscrito egípcio datado de 3500 AC, o qual foi de fato uma coleção sobre ervas medicinais. Outros pesquisadores desde então descobriram que a planta era usada também pelos chineses e indianos antigos. Médicos gregos e romanos como Dioscorides e Plínio usavam Aloe obtendo maravilhosos efeitos e legendárias sugestões que persuadiram Alexandre O Grande a capturar a ilha de Socotra no Oceano Índico com o intuito de obter sua rica plantação de Aloe para curar seus soldados feridos nas guerras. As rainhas egípcias Nefertiti e Cleópatra taxaram grandiosamente a Aloe como sendo o melhor tratamento de beleza. Naqueles tempos beleza e saúde estavam intimamente ligadas, muito mais que estão atualme…

OVOS - QUANTOS POSSO COMER POR DIA ?

Ovos — Quantos Posso Comer por Dia?

Os ovos são uma fonte ampla­mente disponível, barata e ver­sátil em ter­mos de pro­teí­nas, cál­cio e vit­a­m­i­nas. Eles tam­bém são fre­qüen­te­mente asso­ci­a­dos a efeitos adver­sos como prob­le­mas de coles­terol e dia­betes. No entanto, a pesquisa atual mostra que o con­sumo mod­er­ado de ovos pode ser seguro e bené­fico para adul­tos saudáveis. A ingestão diária depen­derá de uma série de fac­tores, incluindo a história da saúde, sexo e nível de activi­dade da pessoa.


Nutrição

Famosos por seus altos níveis de pro­teína e cál­cio, os ovos con­têm uma série de vit­a­m­i­nas e min­erais impor­tantes. Um único ovo cozido grande tem ape­nas 78 calo­rias, mas ofer­ece 6,29 g de pro­teína, 25 mg de cál­cio, 0,59 mg de ferro e 112,7 mcg de col­ina. O ovo con­tém 22 mcg de ácido fólico, 260 UI de vit­a­m­ina A, 44 UI de vit­a­m­ina D e 176 mcg de luteína e de zeax­an­tina, bem como peque­nas quan­ti­dades de muitas das vit­a­m­i­nas do com­plexo B.
Coles­…