Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

BARRIGA TANQUINHO DEPENDE 80% DA ALIMENTAÇÃO

Foto: Thinkstock/Getty Images




Especialistas explicam por que e ensinam o melhor caminho para conquistar uma barriga chapada
Exercícios intensos produzem efeitos mais rapidamente Não adianta se matar de malhar e fazer mil abdominais diariamente para tentar ficar com uma barriga chapada sem cuidar da dieta . “Alimentação é a chave da barriga tanquinho. Aliás, uma dieta adequada é a base do bom funcionamento de todo o organismo”, diz Natália Colombo, nutricionista funcional da Clínica NCnutre, de São Paulo.
Diversos estudos mostram que deficiências nutricionais e maus hábitos à mesa, como a ingestão excessiva de gorduras saturadas, carboidratos simples e sódio, provocam alterações e refletem na saúde e na estética.
“Um dos principais resultantes – e geralmente o que mais causa incômodo – é o acúmulo de gordura na região abdominal”, completa a especialista.
“Eu diria que a alimentação representa 80% da equação, mas com certeza os 20% de exercícios são essenciais”, concorda o personal trainer Ca…

MITOS E VERDADES SOBRE ALIMENTOS

Atualmente existem muitos mitos sobre alimentação. O assunto é discutido em milhares de meios de comunicação, como internet, televisão, jornais e revistas, deixando as pessoas na dúvida do que realmente está correto.
Baseando-se nas mais diferentes dúvidas, a seguir explicaremos alguns mitos relacionados à alimentação.

Mito ou verdade: beber água em jejum emagrece?

MITO
A água é essencial para o bom funcionamento do intestino, devido às suas inúmeras funções. O consumo indicado é de 2 a 3 litros por dia. Porém apenas a ingestão de água não elimina peso, muito menos se for tomada em jejum. Para que haja o emagrecimento é fundamental modificar maus hábitos alimentares e ter o balanço energético negativo, ou seja, comer menos calorias e gastar mais.

Mito ou verdade: comer alimentos ricos em carboidratos à noite engorda?

MITO
É fundamental comer alimentos ricos em carboidratos em todas as refeições. Para que a alimentação esteja balanceada, ela precisa distribuir bem: carboidratos, proteínas e…

CAEM OS MITOS LIGADOS A DIETAS

Conheça nove teorias falhas que viraram “regras” e podem atrapalhar o emagrecimento

Mito 1: Comer de três em três horas, em pequenas porções, é infalível para emagrecer


Os lanchinhos a cada três horas ajudam a acelerar o metabolismo, mas não há emagrecimento se a soma das calorias superar o gasto diário
A teoria: A sugestão parece a “fórmula mágica” do emagrecimento, presente no discurso de 10 em cada 10 especialistas. Quem conseguiu emagrecer três números no manequim também costuma dizer que o segredo foram as múltiplas refeições.


Cláudia Cozer, diretora da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade (Abeso) diz que a recomendação é justificada porque “evita diminuição do metabolismo e que a pessoa não chegue às refeições principais com uma fome exagerada”. Mas não é sempre que dá certo.


Quando não funciona: Comer a cada três/quatro horas pode não funcionar “se você come mais do que gasta”, explica Cláudia Cozer. Neste caso, o efeito é inverso e “você engorda”, atesta.
P…

CONHEÇA 10 SUPERALIMENTOS E PERCA PESO COMENDO

Ovos:tomar um café da manhã rico em proteína é uma boa maneira de manter a fome sob controle ao longo do dia. Os ovos são ricos em colina, um nutriente que ajuda a bloquear a gordura que é absorvida no fígado. Além disso, o nutriente ajuda a prevenir a perda de memória.



Mirtilo: também conhecido como "blueberries", o mirtilo é um superalimento que tem sido apontado em estudos como um aliado na luta contra as mais diversas doenças - de câncer a colesterol. Frutas como framboesas, morangos e amoras também contêm antioxidantes e fitonutrientes



Salmão: o salmão possui alta dose de ômega-3. Estudos mostram que este componente pode diminuir significantemente o risco de doenças cardíacas. Os ácidos graxos ômega-3 ajudam a reduzir as inflamações e a diminuir o número o acúmulo de placas nos vasos sanguíneos. O salmão também é uma boa fonte de proteína magra.



Amêndoas: muitas dietas excluem alimentos da família dos nozes pois geralmente têm muitas calorias e gordura. Mas estudos mostram…