Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

A VERDADE SOBRE AS BEBIDAS ESPORTIVAS

Sabia que as bebidas esportivas, os conhecidos e caros isotônicos, podem não ser tão boas como dizem na publicidade? Segundo a conclusão de um macroestudo publicado no British Medical Journal, as propriedades sobre a saúde que lhe creditam não são reais e o que é pior: poderiam provocar a obesidade. E se isto já não fosse o bastante, denunciam as empresas que patrocinaram cientistas com o único objetivo de desenvolver uma nova área de comercialização.

Em outras palavras estes cientistas teriam aconselhado influentes organizações de medicina do esporte a usar suas marcas para dar ao consumidor dicas de saúde diárias, além de assustar à população com a desidratação. Um triunfo do marketing sobre a ciência, dizem.

Fonte: http://www.ndig.com.br/#ixzz21vgmWTq4

O VENENO ATRAVÉS DOS ALIMENTOS

Você sabia que todos os dias ingerimos alimentos cheios de toxinas que podem causar várias doenças e até matar? E que os órgãos regulamentadores dos governos sabem disso e mesmo assim aprovam essas substâncias para o consumo humano?
Nos vídeos a seguir, o jornalista Alex Jones expõe essa tirania imposta para enfiar goela a baixo da população drogas cancerígenas e causadoras de doenças através dos alimentos e até da água.







Codex Alimentarius – Como Matar Pessoas Através dos Alimentos - Vídeo


Você não acha estranho que a qualidade de nossa comida e as diretrizes sobre as substâncias que devem ou não estar em nosso alimento são ditas por uma comissão internacional dirigida pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e adivinhem por quem ela é financiada em sua maior parte? Pela INDÚSTRIA FARMACÊUTICA. Se a indústria farmacêutica é quem finacia, será que as substâncias liberadas para os alimentos não poderiam deixar as pessoas doentes para essa essa indústria ganhar mais? Veja a seguir os vídeos da…

SOBRE O PODER DOS SUPER-ALIMENTOS

Verdes Super-Alimentos

Verdes são bons, Verde Superfoods são ainda melhores! super-alimentos verdes têm as maiores concentrações de nutrientes facilmente digeríveis, queima de gordura compostos, vitaminas e minerais para proteger e curar o corpo. Elas contêm uma grande variedade de substâncias benéficas, incluindo as proteínas, protetor da foto-químicos e bactérias saudáveis ajudá-lo a construir músculos e tecidos mais limpa, ajuda a função do sistema digestivo e de forma mais eficaz a protegê-lo contra a doença e doença.

Superalimentos verdes são extremamente rica em clorofila - o pigmento que dá cor verde de suas plantas. A estrutura molecular da clorofila é muito semelhante à do sangue humano e os estudos mostram que quando este é consumido, a produção de hemoglobina no sangue é aumentada. A maior quantidade de hemoglobina no sangue significa mais sangue rico em oxigênio, o elemento primeiro e mais importante que as células precisam para prosperar.

Germes de Trigo - A grama do trigo é…

AS MÚLTIPLAS FUNÇÕES DA MACA

Recém- chegada no Brasil, a Maca é o nutritivo superalimento dos Andes
e já está disponível na Mundo Verde
O elevado valor nutricional faz da Maca Peruana um poderoso superalimento, com alto teor de carboidratos, fibras, proteínas, lipídeos (ácido linolênico, ácido palmítico e ácido oleico), minerais, como cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, selênio e ferro, e vitaminas B1, B2, C e E. O tubérculo com formato semelhante ao do rabanete é um dos alimentos mais nutritivos que existem. “Os diversos nutrientes do Ginseng do Andes, como também é conhecido este superfood, atuam na prevenção e tratamento de algumas doenças”, afirma Thais Souza, nutricionista da rede Mundo Verde. A maca é nativa do local com menos quantidade de vegetação e mais alto da Cordilheira dos Andes, extraída de uma altitude superior a 4 km, onde as temperaturas são extremas – com calor intenso pela manhã a noites frias com geadas e ventanias, e o oxigênio é escasso. Auxilia na prevenção e tratamento de doenças car…

ADEUS BARRIGA INCHADA

Toda mulher já passou por isso: pernas inchadas, abdome endurecido, gases, cólicas... As causas desses sintomas são diversas. Muitas vezes, fazem parte do cotidiano feminino por serem consequências da TPM, do estresse do dia a dia, de uma refeição farta e, o que pouca gente sabe, da ingestão de alimentos que o organismo não aceita bem.
A intolerância alimentar ocorre porque, ao chegarem ao estômago, tais substâncias não são parcialmente ou totalmente absorvidas, acumulando- -se e provocando desconfortos. Nesses casos, o organismo não produz as enzimas necessárias para a digestão desses alimentos ou elas são insuficientes. “Ao receber esses alimentos, o corpo não consegue digeri-los e os considera estranhos. Então, na tentativa de defesa, procura expeli-los de alguma forma e isso é o que provoca indisposições”, explica Tobias Rabelo, especialista em nutrologia e nutrição esportiva.
O inchaço, principalmente no abdome, nas pernas e nos pés, é uma das evidências de que algo está errado, p…

PANELAS : UTENSÍLIOS ATÓXICOS NA COZINHA

A cozinha é o lugar que mais sofre na casa da gente. O desgaste dos nossos utensílios é inevitável, vão ficando velhos e foras de forma. Fogo, frio, quedas e o dano ao lavar devem ser considerados no tempo de uso dos acessórios.
O que muita gente desconsidera é o tempo de vida útil dos apetrechos da cozinha. Às vezes nos deparamos com panelas de pressão ainda na ativa, do tempo da vovó, e mal pensamos nos perigos oferecidos por falta de segurança. Quem frequenta a cozinha todos os dias acaba acostumando com os utensílios e não pensa em trocar a peça danificada ou velha. Para todos os objetos existe um tempo de vida útil. Estamos vivendo uma época onde a sustentabilidade está em destaque e podemos participar, por exemplo, melhorando a cozinha. Como? Chegam no mercado os produtos atóxicos que trazem beleza e, sobretudo mais saúde para nossos familiares e meio ambiente.
As panelas de alumínio e o cobre já começam a ficar no passado assim como a maioria das vasilhas de plástico: Soltam resíduo…

COCA-COLA NO BRASIL TEM ALTO ÍNDICE DE SUBSTÂNCIA CANCERÍGENA

A Coca-Cola vendida em vários países, inclusive no Brasil, continua apresentando níveis elevados de uma substância química associada a casos de câncer em animais, e que já foi praticamente eliminada na versão do refrigerante comercializada na Califórnia, disse na terça-feira o Centro para a Ciência no Interesse Público (CCIP), com sede nos EUA. A entidade disse que amostras da Coca-Cola recolhidas em nove países mostraram "quantidades alarmantes" da substância 4-metilimidazole, ou 4-MI, que entra na composição do corante caramelo. Níveis elevados dessa substância foram relacionados ao câncer em animais. Em março, a Coca-Cola e sua rival PepsiCo anunciaram ter pedido aos fornecedores do corante para que alterassem seu processo industrial, de modo a atender a uma regra aprovada em plebiscito na Califórnia para limitar a exposição de consumidores a substâncias tóxicas. A Coca-Cola disse, na ocasião, que iniciaria a mudança pela Califórnia, mas que com o tempo ampliaria o uso do c…